Uma nova seletiva

Seletiva de 2013, com Lais e Josi (Divulgação/CBDN)
Após o grave acidente da Lais Souza e a enxurrada de críticas, havia o temor de que o projeto de esqui aerials do Brasil pudesse ser desfeito. Não foi, como você conferiu nesta entrevista exclusiva do presidente Stefano Arnhold ao Brasil Zero Grau. Tanto que no próximo dia 23 de maio a CBDN organiza mais uma seletiva para montar a equipe de esqui aerials. 

A ideia é recrutar atletas que possam ser treinados durante todo o ciclo olímpico, que começará em julho deste ano com a temporada sul-americana. Eles se juntarão à Josi Santos, que mesmo com um ano de preparação conseguiu a vaga olímpica em Sochi - o planejamento a longo prazo vislumbra até mesmo chance de medalhas daqui 12 anos. 

Mas esse futuro está longe ainda e para atingi-lo é necessário recrutar atletas no presente e apagar a impressão de que o trabalho iniciado em 2013 não foi atropelado por conta de um atalho para a vaga olímpica em Sochi. E a melhor forma disso é deixar claro na seletiva deste ano que a estratégia segue adiante mesmo após tantas críticas e que há planos de desenvolvimento para os próximos anos com quem for selecionado.

Agora é esperar para ver a reação de torcedores, atletas e da opinião pública sobre esta seletiva. Como será a recepção? Será que o tema Lais Souza será lembrado no evento? Bom, são perguntas cujas respostas veremos em breve. 

Todos os detalhes da seletiva podem ser encontrados neste link. A CBDN disponibilizará vans para os interessados, com trajeto entre o Shopping Eldorado, em São Paulo, até São Roque, e também na volta ao mesmo local. A avaliação começa às 10h e acontecerá no recém-inaugurado CT de Freestyle. 

Para participar, basta preencher a ficha de inscrição disponibilizada no site. Se tiver vídeos de eventos esportivos, melhor ainda. Lembrando que a seletiva é aberta a todos os interessados, mas a recomendação é para aqueles que possuem experiência em ginástica ou outras atividades que exigem acrobacias.

Da minha parte, acredito que a seletiva mostra a preocupação da CBDN em continuar com sua evolução segura e gradual dos esportes olímpicos de neve. O acidente de Lais é grave e suas lições devem ser lembradas sempre; porém, o esporte tem que continuar até para mostrar que o risco da atleta não foi em vão. 

Um comentário:

  1. Legal a iniciativa da seletiva. Pena que isso não ocorre nos demais esportes. No esqui de distância se você não faz parte dos projetos sociais não entra. E misturar seleção com projeto social não dá certo na minha humilde opinião. Adoro esportes de endurance e sempre acompanho as novidades por aqui. Parabéns pelo trabalho. Soraya Lemos - RS

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.