Passeando e evoluindo

Lais, Roger Federer e Denise (Arquivo Pessoal)

Para quem estava entre a vida e a morte, acompanhar provas de atletismo e tietar o fenômeno suíço Roger Federer já simboliza uma evolução e tanto. Mas pela última notícia divulgada sobre Lais Souza, ela continuará surpreendendo na recuperação.

A brasileira inicia a segunda fase de recuperação após passar pela fase crítica, nas semanas seguintes ao acidente ocorrido no dia 27 de janeiro. Ela convivia diariamente com o risco de morte e, mesmo assim, rapidamente recuperou o controle da alimentação, fala e respiração. 

Esta nova etapa consiste na reintegração à sociedade. Ela já anda na cadeira de rodas adaptada e montada especialmente para a jovem. Dessa forma, consegue andar de Metrô, assistir partidas de tênis e atletismo e andar pela região do Hospital Jackson Memorial sem qualquer problema. Até iniciou a fisioterapia na piscina, parte importante na tentativa de recuperar os movimentos dos membros. 

"Estas vitórias são muito importantes. Ela está ciente da gravidade da lesão, do duro caminho que tem pela frente e está trabalhando para conseguir a melhor condição possível. Não podemos prometer nada, alem de muito trabalho, dedicação e, acesso a tudo de mais moderno que existe e existirá na medicina. O futuro vai dizer até onde ela poderá chegar", afirmou o médico Antônio Marttos Júnior, do COB - ele acompanha diariamente a evolução de Lais Souza. 

A vida de Lais Souza realmente vai depender muito do trabalho no presente e do que o destino a reservará no futuro. Já se passaram pouco mais de dois meses e até agora ela não conseguiu movimentar os membros. Médicos afirmam que a coluna vertebral da Lais ainda está em choque e não conseguem realizar qualquer prognóstico - nem mesmo o fato de sentir sensibilidade em partes dos membros indica alguma coisa. Só resta torcer realmente. 

Enquanto isso, ela segue demonstrando uma força incomum (ainda mais se levarmos em conta que ela passou por 13 cirurgias menores antes). Sempre do lado da fisioterapeuta e amiga Denise Lessio, Lais segue dando um exemplo para todos nós. 

"Ver a Laís se divertir e sorrir espontaneamente, após ter passado por coisas tão sérias e em tão pouco tempo, nos motiva a buscar cada vez mais alternativas que possam beneficiá-la de alguma forma. Sem dúvida, esse trabalho de reintegração à sociedade, que estamos fazendo com ela, nos ensina muito mais, pois é incrível a forma bem humorada e positiva com que ela enfrenta tudo isso", comentou Denise. 

A propósito, a campanha Eu Apoio a Lais Souza segue na ativa. Após tantas polêmicas e muitos esclarecimentos, a meta ainda é levantar fundos para que a família Souza possa oferecer um tratamento de primeira para a jovem em Ribeirão Preto caso ela tenha alta (ou alguém ainda acha que o seguro vai bancar para sempre e/ou o Comitê usará dinheiro público para pagar a recuperação da atleta?).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.