Histórico

Marcelo e Aline venceram o Cazaquistão no sábado (WCF/Richard Gray 2014)

O dia 26 de abril de 2014 também ficará marcado na história dos esportes de inverno do Brasil. É o dia que será lembrado pela primeira vitória do país em um Mundial de Curling. O feito aconteceu na quarta partida brasileira no evento de Duplas Mistas, contra o Cazaquistão. Dessa forma, o país segue muito bem na luta para fugir das últimas posições

O dia foi totalmente positivo para a dupla formada por Marcelo Mello e Aline Gonçalves. O primeiro triunfo já poderia ter acontecido no período da manhã, na partida contra a Estônia. A equipe fez uma boa partida de um modo geral, mas acabou pecando por erros pontuais cometidos no primeiro e quinto end. 

Somente nesses dois períodos o adversário conseguiu nada menos do que nove dos doze pontos feitos na partida. Nos demais, grande equilíbrio, com empata em 3 a 3 e a certeza de que o resultado de 12 a 3 não reflete o que foi o jogo. 

"Começamos muito mal e nos perturbamos. Depois começamos até a levar vantagem, mas já era muito tarde. Saímos com a clara sensação que dava para ter sido muito melhor o resultado, mas bom, vamos agora contra o Cazaquistão - que é um pouco mais forte - tentar ser estável desde o inicio. A gente ainda chega lá", comentou o capitão Marcelo Mello no Facebook logo após o jogo. 

E que profecia! Realmente o país conseguiu chegar lá! Contra Cazaquistão o Brasil fez uma partida praticamente perfeita dentro de suas limitações e soube explorar muito bem a qualidade de Marcelo e Aline. 

Ela, aliás, foi o grande nome brasileiro na partida, sobretudo nos quatro primeiros ends. Com um aproveitamento de 60% no jogo, Aline teve o 14º índice dentre 34 atletas na rodada e conduziu o placar parcial de 7 a 1 antes do intervalo. 

A partir daí, bastou a Marcelo conduzir a vantagem com a tática de take-outs para impedir a reação cazaque e garantir a primeira vitória internacional do Brasil no Mundial de Curling de Duplas Mistas. "É inacreditável chegar aqui pela primeira vez e conseguir uma vitória. É claro que esperávamos vencer, mas sabíamos que seria muito difícil. Mas conseguimos! É incrível!", se entusiasmou o capitão brasileiro no site oficial do evento.

Aline também comemorou. "Eu acho que era importante nesta partida ter em mente a importância de uma bom começo. Marcelo fez um bom lançamento e conseguiu o martelo. Foi a primeira vez que tivemos a posse do martelo e isso foi fantástico".

Com 1 vitória e 3 derrotas, o Brasil possui boas chances de não ficar na última posição e ainda se motiva mais para jogos teoricamente mais fáceis, como a partida contra a Eslovênia, por exemplo. O próximo desafio será neste domingo, às 7h15, contra a Finlândia.

Não há muito mais o que falar deste dia fantástico! Resta apenas dar os parabéns para Marcelo e Aline. Eles são dois brasileiros que podem bater no peito e falar que fizeram história no esporte nacional.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Pena que com tantos canais esportivos na TV a Cabo apenas o jogo contra a Escócia foi transmitido. Fizeram uma grande cobertura das Olimpíadas de Socchi, mas deixam de lado esses eventos pontuais que mereceriam o maior destaque possível, pois é o Brasil buscando sua inserção nos esportes do gelo. Pena.

    Marcus Salvatore

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcus,
      Infelizmente não há uma cultura esportiva por aqui. Mas nesse caso há que se fazer uma ressalva: a participação brasileira foi confirmada após a negociação dos direitos de transmissão e a Globo não pôde adquirir. Por isso, ela ficou refém da transmissão oficial, que passou apenas o jogo do Brasil contra a Escócia... Mas tenho certeza que, em breve, os meios de comunicação darão mais atenção aos esportes de inverno.....

      Excluir

Tecnologia do Blogger.