Abaixo assinado

Quando Isadora Williams ainda se preparava para fazer história e conseguir a primeira vaga olímpica do Brasil na patinação artística no gelo, ela deu um pulo no Rio de Janeiro em agosto para fazer uma exibição e mostrar que, de fato, o país possuía público, fãs e profissionais competentes na modalidade. 

A apresentação foi no rink que ficava no estacionamento do Supermercado Extra, na Barra da Tijuca. Se não possuía dimensões nem semi-olímpica, pelo menos era a maior do país e permitia que muitos trabalhos fossem desenvolvidos ali. Inclusive a apresentação de uma das melhores atletas do mundo, como é o caso da brasileira Isadora. 

Pois bem, a vaga olímpica foi confirmada, o Brasil se emocionou com o esforço de Isadora em Sochi e novamente a patinação artística ganhou importantes pontos de audiência na transmissão dos Jogos de Inverno.

Mas o que parecia o início de uma bela jornada de evolução e desenvolvimento, sofreu um grande golpe em 2014: essa mesma pista, a única que poderia sediar competições por aqui, será fechada. 

Mesmo com o Rio Skating, que seria o primeiro estadual oficial, com chancela da CBDG, marcado para acontecer no fim de março. Mesmo com todas os apelos das escolas de patinação que existem no Rio de Janeiro. E num período em que o Brasil começa a ganhar um respeito internacional por conta de seus atletas. 

Enfim, enquanto acontece o Pan-Americano de Hóquei no Gelo no México, com a novíssima arena Icedome (o primeiro rink oficial fixo da América Latina), o Brasil ainda segue apenas no sonho e perdendo os poucos espaços que tem.

Por conta disso, alunos, pais, professores e demais entusiastas criaram um abaixo-assinado na Internet para evitar não só o fechamento da pista no supermercado, como também mostrar que é possível o país ter uma arena do tipo para desenvolver atletas e modalidades do gelo. 

O link você pode acessar do lado direito do blog. Ele ficará fixado ali até o encerramento da petição. Além disso, o Brasil Zero Grau aproveita o gancho para lançar a série "Pioneirismo", que relata a luta das patinadoras que antecederam Isadora Williams e mostra que temos, sim, uma pequena tradição na modalidade! Serão cinco posts, de segunda a sexta-feira, e com um encerramento surpreendente. Você não vai acreditar na história que as brasileiras construíram na patinação artística no gelo.

PS: acompanhei a estreia do Brasil no hóquei no gelo até o segundo período, mas a partida acabou tarde demais. O relato completo você encontrará na segunda-feira!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.