Resumão Olímpico - Sochi #4

Kamil Stoch conquista os anéis e o mundo (Reprodução)

Hoje foi minha primeira transmissão na Record News em que posso falar, de fato, que vi a história passar na frente dos meus olhos. Tive a honra de acompanhar a final do Esqui Saltos Normal Hill masculino e ver uma lenda surgir com força.

O polonês Kamil Stoch, atual líder do ranking internacional, mostrou que a fase não é momentânea. Nas duas descidas feitas neste domingo, o atleta foi o melhor nas duas. Não bastasse isso, com larga diferença de pontos (no caso da modalidade, a pontuação leva em conta a distância do salto, as notas dos juízes e o fator do vento). 

A segunda, principalmente, foi de uma beleza única. Conseguiu atingir 103.5 metros, o maior de toda a bateria e próximo do limite da rampa. Na avaliação dos juízes, onde a maior e a menor nota são descartadas, conseguiu 59 de 60 pontos. Teve um pequeno decréscimo por ter tido o vento a favor, mas nada que abalasse. Fez 278 pontos na somatória das duas notas. 

É treze pontos acima da medalha de prata, uma verdadeira eternidade. A segunda posição ficou com o esloveno Peter Prevc, com 265.3 pontos e confirmando o favoritismo. O bronze foi do norueguês Anders Bardal, também cotado à medalha.

Grande revelação da temporada e vencedor do Four Hills, o austríaco Thomas Diethart ficou em quarto, próximo do pódio. Gregor Schilierenzauer, lenda viva do esqui saltos, decepcionou mais uma vez: fez dois saltos ruins e foi o 11º colocado. Simmon Amman, suíço e vencedor olímpico em 2010, ficou na 17ª posição.

Mais uma lenda

Pude acompanhar também a confirmação de mais uma lenda: o alemão Felix Loch, no luge, realmente está um passo acima dos demais. Neste domingo ele conquistou a primeira medalha de ouro do país em Sochi. 

Ele teve o tempo acumulado de 3min27seg526, sendo o mais rápido em três das quatro descidas. O desempenho não só garantiu o título, mas faz com que Loch possa entrar no seleto grupo de atletas bicampeões olímpicos e mundiais ao mesmo tempo.


Ele ficou quase meio segundo à frente do russo Albert Demchenko, vovô de 42 anos e que se superou para ir ao pódio em seu país natal. Outro vovô, o italiano Armin Zoeggeler, também fez história. O seu bronze em Sochi fez com que ele se tornasse o primeiro atleta de inverno a conquistar seis medalhas em seis participações olímpicas.

Rússia desencanta

Coube à patinação artística garantir o primeiro ouro do país-sede. Com um verdadeiro encontro de gerações, a Rússia conquistou o primeiro ouro na competição por equipe da modalidade nos Jogos Olímpicos. 

Foram as últimas três provas: programa longo masculino e feminino e a dança livre. Nessa categoria, cada prova concede pontos de 10 a 0 aos países participantes. No fim, elas são somadas e o país com mais pontos fica com o ouro.

A Rússia conseguiu chegar lá a dois personagens distintos. No programa longo feminino, Yulia Lipnitskaia, de apenas 15 anos, assombrou novamente na sua apresentação e conseguiu 141.51 pontos na sua apresentação. A norte-americana Gracie Gold foi a segunda, mas bem atrás, com 129.38 pontos. 

Na disputa masculina, foi a vez de Evgeny Plushenko, 31 anos e já consagrado, mostrou do que a experiência é capaz. Fez 168.20 pontos e garantiu a primeira posição. O canadense Kevin Reynolds ficou em segundo, com 167.92 pontos. 

A última prova foi a dança no gelo. Os EUA conseguiram a primeira posição com Meryl Davis e Charlie White com 114.34 pontos. A dupla canadense (Tessa Virtue e Scott Moir) ficou em segundo e a Rússia ficou na terceira posição, com a dupla Elena Ilinykh e Nikita Katsalapov. Mas nada que tirasse o primeiro ouro do time da casa. 

Hóquei

Dois jogos de hóquei no gelo feminino aconteceram no domingo. A Rússia sofreu, mas venceu a Alemanha por 4 a 1. Depois, a Suécia venceu o Japão por 1 a 0. 

Quadro de Medalhas

Liderança provisória da Noruega, com dois ouros, uma prata e quatro bronzes. Holanda e EUA vem na sequência, com dois ouros. Canadá, Rússia, Áustria, Alemanha, Polônia, Eslováquia e Suíça possuem um ouro. Dezessete países já conquistaram medalhas. Veja link aqui.

Agenda

Amanhã teremos duas estreias nos Jogos de Inverno: patinação de velocidade em pista curta e curling. Irei comentar as duas modalidades na Record News a partir das 7h45. Ainda teremos provas de esqui alpino, biatlo, esqui livre moguls masculino, hóquei, luge e patinação de velocidade. Conto com a sua audiência!

Um comentário:

  1. assisti a transmisao foi muito bom . parabens pelo conhecimento . tira muito a duvidas da gente.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.