Resumão Olímpico Sochi #11

Charge no perfil de Jorien Ter Mors: domínio (Reprodução)

Primeiro peço desculpas pela não postagem deste resumão no domingo. Acabei de me mudar em São Paulo e tive que abrir e fechar caixas, estocar produtos, guardar roupas e limpar casa. À noite estava cansado demais e não deu tempo. Melhor deixar para o outro dia e recarregar as baterias.

O domingo foi um dia de poucas medalhas nos Jogos de Sochi. Foram apenas quatro disputas, uma delas no snowboardcross feminino (que você pode ler no post abaixo, no relato sobre a Isabel). Vamos ao resumão olímpico:

Esqui Alpino

A primeira medalha do dia veio no esqui alpino e novamente os atletas mostraram uma precisão mais do que acurada. Depois de Tina Maze e Dominique Gisin dividirem o ouro entre as mulheres, foi a vez do bronze no Super G masculino ser dividido. 

Bode Miller (EUA) e Jan Hudec (Canadá) fizeram o tempo de 1min18seg67 e acabaram empatados na terceira posição. O ouro foi do norueguês Kjetil Jansrud, que completou a descida em 1min18seg14, trinta centésimos à frente do norte-americano Andrew Weibrecht. 

Esqui Cross-Country

Depois tivemos o revezamento 4x10 quilômetros masculino do esqui cross-country. Novamente a Noruega decepcionou. Favorito ao ouro, a seleção ficou na quarta posição, fora do pódio. É a mesma situação do feminino, que terminou na quinta posição.

E tal qual entre as mulheres, a Suécia não decepcionou e conquistou mais um ouro. Com uma prova perfeita, o país fez 1h28min42seg0 e chegou mais de vinte segundos à frente da seleção russa, medalha de prata. A França ficou com o bronze. 

Patinação de velocidade

O último ouro do domingo veio de forma categórica. A Holanda conseguiu um pódio triplo na prova de 1500 metros feminino da patinação de velocidade e ainda viu Jorien Ter Mors quebrar o recorde olímpico após 12 anos. 

Também atleta de patinação de pista curta, a atleta conseguiu um tempo sensacional de 1min53seg51, mais de meio segundo à frente da favorita Ireen Wust. O bronze foi para Lotte Van Beek. Só para registrar o domínio holandês, a quarta posição também foi do país, com Marrit Leenstra. 

Curling

No domingo o Curling realizou a nona e décima sessões entre as mulheres e a décima e décima-primeira sessões masculina. Vamos aos resultados.

Na nona sessão feminina, a Rússia perdeu para o Canadá por 5 a 3 e se complicou na classificação. A Suíça fez 8 a 6 no Reino Unido, Dinamarca venceu a China por 9 a 6 e a Suécia fez 7 a 6 nos EUA. Depois, na 10ª sessão, a Dinamarca voltou a vencer, dessa vez a Coreia do Sul por 7 a 4. O Japão surpreendeu a Suíça por 9 a 7 e o Canadá, já classificado, venceu os EUA por 7 a 6. Por fim, a Rússia voltou a perder para a Suécia por 5 a 4 e diz adeus às chances de medalhas. 

No masculino, pela décima sessão, tivemos três jogos: Suécia 8 x 4 Rússia; Canadá 8 x 6 EUA e Noruega 7 x 6 Reino Unido. Pela 11ª sessão, mais quatro jogos: Dinamarca 6 x 3 Alemanha; Suécia 6 x 4 EUA; Noruega 5 x 3 Suíça; Canadá 9 x 8 China.

Hóquei no gelo

Foram seis partidas disputadas neste domingo, sendo quatro masculinas e duas femininas. Entre as mulheres, a Finlândia venceu a Alemanha por 2 a 1 e a Rússia fez 6 a 3 no Japão. Ambas as partidas pela classificatória.

Entre os homens, no Grupo A a Rússia derrotou a Eslováquia por 1 a 0 e os EUA golearam a Eslovênia por 5 a 1. No Grupo B o Canadá venceu a Finlândia por 2 a 1 e a Áustria fez 3 a 1 na Noruega. 

Bobsled

Tessa Virtue e Scott Moir (Getty Images)
Neste domingo tivemos a estreia oficial do bobsled, com a disputa das duplas masculina. Foram duas descidas ontem e mais duas nesta segunda-feira, justamente as que definirão o pódio. 

A Rússia, liderada por Zubkov, lidera com 1min52seg82 e uma boa distância de trinta centésimos de segundo sobre a Suíça, atualmente na segunda posição. A medalha de bronze momentânea é dos EUA, com Steven Holcomb de piloto.

Patinação Artística

Também tivemos o primeiro dia de disputa da dança no gelo com o programa curto. A final será nesta segunda-feira com a dança longa. 

Por enquanto a liderança é do casal norte-americano Meryl Davis e Charlie White, com 78.89 pontos na apresentação (39.72 nos elementos técnicos e 39.17 na composição). É uma distância segura para a segunda posição, ocupada pelos canadenses Tessa Virtue e Scott Moir, com 76.33. A terceira posição é da Rússia, com Elena Ilinykh e Nikita Katsalapov, que conquistaram 73.04.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.