Estreia!

Sally, Josi, Fabiana, Isadora e Jaque (Reprodução)

Às 12h39 deste domingo, dia 9, começará os Jogos Olímpicos de Sochi para a delegação brasileira. E não será uma estreia qualquer. É a primeira de uma série de estreias que marcarão esta edição olímpica para o país. 

A honra caberá à Jaqueline Mourão, multiatleta que competirá no sprint 7,5 quilômetros do biatlo. Ela passou a praticar a modalidade em 2011 e com três anos já conseguiu o índice olímpico inédito para o país. A brasileira será a 18ª a largar e logo atrás dele vem nada mais, nada menos do que a norueguesa Tora Berger, campeã mundial.

Nessa prova serão dois estandes de tiros com cinco alvos. O primeiro será sentado e o segundo em pé. Cada tiro errado faz com que o competidor passe por um mini circuito de 150 metros, que consta no tempo final do competidor. 


Esta não é a única prova de Jaqueline em Sochi no biatlo. No dia 14 a atleta estará presente na prova de 15 quilômetros individual. Antes, no dia 11, competirá no sprint do cross-country. E pensar que ela já está na quinta participação olímpica, a terceira seguida no inverno. 

Mais estreias

A participação de Jaqueline não é a única estreia feminina do Brasil nos Jogos e Inverno. Outras novidades acontecerão nos próximos dias. 

Ainda no dia 14, será a vez de Josi Santos competir pela primeira vez nos Jogos Olímpicos de Inverno e fazer a estreia do Brasil no esqui aerials. A atleta, que vive num carrossel de emoções entre a vaga e o choque do acidente de Lais Souza, tentará mostrar para todos os críticos que o investimento na modalidade não foi em vão. 

Depois, nos dias 18 e 19 acontecem as quatro descidas do bobsled feminino. A dupla brasileira, composta por Fabiana dos Santos e Sally Mayara conseguiu a classificação inédita no último dia do período de classificação e tentam ficar entre os 15 melhores trenós. 

Por fim, nos dias 19 e 20 será a vez da brasileirinha Isadora Williams, aniversariante deste sábado, competir no programa curto da patinação artística e, se ficar entre as 24 melhores, participar do programa longo. Sua classificação inédita também foi sofrida, mas muito merecida. Tanto que ela já integra a lista de guerreiras do esporte de inverno nacional. 

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.