Boas Notícias

Homenagem e boas notícias! (Reprodução/Facebook)

O médico do Time Brasil, Antônio Marttos Júnior, concedeu entrevista coletiva num chat com jornalistas brasileiros sobre a situação de Lais Souza. As boas notícias não param de chegar! A atleta já sente alguns locais do corpo e a respiração começa a se estabilizar, tanto que até cancelaram a colocação de um marcapasso. 

Eles iniciaram um processo de diminuição do suporte da ventilação dinâmica e até o momento ela está reagindo esse "desmame". "Estamos otimistas de que ela sairá do ventilador mecânico. Quanto à parte de movimentação ainda é muito cedo para dar qualquer prognóstico, mas temos alguns sinais de que a lesão é grave mas não completa", comentou o médico. 

Ela ainda sente o local da cirurgia, consegue mover os ombros e tem sensibilidade na parte superior do braço e do tórax. São sinais de que ela está conseguindo reagir e pode sair dessa situação. 

Apesar de tudo, Antônio Marttos Júnior reiterou que o quadro ainda é grave, apesar de estável, justamente pelo fato de ela ainda precisar de ajuda mecânica. Agora em Miami, ela estará ao lado de profissionais qualificados para garantir a plena recuperação. 

São pequenas, mas importantes conquistas. Lais se emocionou com a homenagem feita pelos atletas brasileiros em Sochi, está consciente e sabe da sua situação. Ela demonstrou muita força até aqui e certamente estará de olho na sua amiga Josi Santos, torcendo e vibrando pelo sucesso dela nos esportes de inverno. 

Cerimônia de Abertura

Nesta sexta-feira começa oficialmente os Jogos Olímpicos de Sochi. O evento começará às 14h (no horário brasileiro de verão) e tem tudo para ser bonito, diante da imponência russa e da quantia gasta para que isso aconteça!

Modelo brasileiro (Reprodução)
O Brasil será o 15º país a desfilar e estará com sua equipe quase completa. Isadora Williams e Leandro Ribela chegaram na véspera e já estão em Sochi. Faltarão apenas os esquiadores Jhonatan Longhi e Maya Harrisson, que ficaram na Europa para treinarem mais (suas provas são apenas na parte final e como eles não teriam muito acesso à pista, optaram continuar um pouco mais em suas cidades). 

Jaqueline Mourão será a porta-bandeira do Brasil e também a responsável pela estreia do país. Dia 9 ela competirá na prova de Sprint no Biatlo. 

Destaque também para a possível pintura do trenó de bobsled. Tema que rendeu uma polêmica desnecessária ao longo dos dias, a CBDG divulgou uma foto da ideia de cores. Fugiram do amarelo, graças à Deus, e a escolha foi bem legal. 

Não entendi mesmo a polêmica. Só porque eles decidiram conhecer a pista antes de concluir a pintura (logo, com a funilaria a ser refeita), já surgiram críticas sobre as condições do material. Mas quem frequenta este espaço sabe que o modelo é de 2011 e que o país não tem condições de competir com a BMW e Ferrari, que cuidam do trenó americano e italiano, respectivamente. Sempre foi assim. Atrapalha? Sim, não dá para negar. É sinônimo de fracasso? Claro que não e as duas vagas olímpicas estão aí para mostrar que temos totais condições de evoluir no esporte.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.