Restam 16 dias

Após um ano e meio de provas, índices e lutas, restam apenas 16 dias para aqueles atletas que ainda sonham com os Jogos Olímpicos de Sochi conseguirem a classificação. No dia 20 de janeiro encerra-se o período de classificação olímpica. 

Para os brasileiros, alguns possuem chances reais e outros não. E estas duas semanas serão vitais para saber se teremos um recorde no número de participantes ou não.

As chances mais reais envolvem a equipe de bobsled. Dentro da zona de classificação olímpica, o quarteto masculino participará das últimas duas etapas da Copa América da modalidade em Lake Placid (EUA), entre os dias 6 a 12 de janeiro. 

Lais e Josi (Divulgação/CBDN)
Primeira colocada na lista de espera, a dupla feminina está num impasse: não sabe se etapa da Copa América terá equipes suficientes para contar pontos no ranking. Dessa forma, a CBDG estuda levar a dupla feminina para a Europa, em quatro etapas da Copa Europeia entre os dias 6 a 19 de janeiro. 

Quem também alimenta boas chances de classificação olímpica é a equipe de esqui aerials. Lais Souza e Josi Santos disputarão três etapas da Copa do Mundo da modalidade entre os dias 9 e 19 de janeiro nas cidades de Deer Valley e Lake Placid (EUA) e Val St. Come (Canadá).

O time de snowboard também terá os últimos eventos antes do fim da classificação olímpica. Isabel Clark terá duas etapas da Copa do Mundo de snowboardcross e só um desastre a tirará dos Jogos de Sochi. Ela competirá nos dias 10 a 12 de janeiro em Arcalis (Andorra) e 17 a 19 em Veysonnaz (Suíça).

A situação é difícil para Marcos Batista, do snowboard slopestyle. Ele terá apenas mais uma etapa da Copa do Mundo em Stoneham (Canadá) nos dias 16 a 19 de janeiro. 

Mas janeiro também renderá provas para outros atletas de inverno do Brasil. Isadora Williams competirá nos Quatro Continentes entre os dias 20 e 26 de janeiro em Taiwan. 

A equipe de esqui alpino e cross-country participarão de provas ao longo do mês na Europa. Jaque Mourão e Leandro Ribela no cross-country e Jhonatan Longhi e Maya Harrisson no alpino serão os representantes brasileiros em Sochi.

Por fim, ainda teremos a participação de Flávio Macedo em quatro etapas da Copa do Mundo de Luge em pista natural. Ele começou a competir nesta temporada e é o mais novo atleta da CBDG. 

Como podemos ver, serão 16 dias de tirar o fôlego para quem gosta de acompanhar os esportes de inverno.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.