Recorde no snowboard!

Isabel está com motivos para sorrir na temporada (Divulgação/CBDN)

Na primeira etapa da Copa do Mundo de snowboardcross desta temporada, Isabel Clark teve uma atuação ruim e ficou de fora da fase final da competição. O desempenho abaixo do esperado poderia resultar numa bola de neve que atrapalharia a preparação da atleta até Sochi. 

Mas competidores experientes sabem tirar proveito até dos momentos mais difíceis. Na etapa seguinte, conseguiu uma sétima posição. E neste sábado, em Vallnord-Arcalis, no Principado de Andorra, uma sexta colocação e a participação inédita numa Big Final do snowboardcross em Copa do Mundo. 

Fato que não só garantiu de vez a brasileira na sua terceira participação olímpica, como também representa a quebra de recorde nacional na modalidade. Isabel conquistou 400 pontos, superando os 360 que duravam muitos anos. 

Ela teve uma atuação de gala nesta etapa. Com a 15ª marca nas eliminatórias, passou na terceira posição em sua bateria de quartas de final. Depois, na semi, eliminou nada menos do que Eva Samkova, atleta da República Tcheca, favorita à medalha em Sochi e que foi nada menos do que a segunda colocada na fase inicial em Andorra. 

O resultado espetacular mostra não só a ótima preparação de Isabel Clark e toda a equipe brasileira, mas evidencia o bom momento que ela vive antes dos Jogos de Sochi. Não é criar expectativa para o evento; é reverenciar uma brasileira que, sem dúvida nenhuma, está entre as 15 melhores do mundo numa modalidade de inverno. 

"É o fruto do talento de nossa atleta combinado com um intenso trabalho da comissão técnica multidisciplinar, que planejou levá-la ao ápice físico-técnico nos Jogos Olímpicos, em fevereiro", comenta Stefano Arnhold, presidente da CBDN e Chefe da Missão Olímpica Brasileira em Sochi-2014. 

Neste domingo, ainda no principado, Isabel participará da última etapa da Copa do Mundo antes dos Jogos Olímpicos de Inverno. 

Biatlo

Quem também está garantida em Sochi e competiu neste sábado foi a mineira Jaqueline Mourão. A multiatleta participou da quinta etapa da Copa IBU de Biatlo em Ridnaun, na Itália. Ela competiu no individual feminino de 15 quilômetros.

Jaque terminou na 58ª posição dentre as 69 atletas que terminaram a prova. Ela teve o tempo de 1h01min26seg2 com cinco tiros errados durante o percurso. A vencedora foi a alemã Nadine Horchler, com 49min08seg4 e percurso perfeito. 

Em comparação à média dos tempos das três primeiras colocadas, a atleta da CBDN estourou o limite de 20% e fez uma marca 22,5% superior (no biatlo, você precisa fazer um tempo até 20% acima da média das três primeiras colocadas para participar de outras etapas). 

Mesmo assim, foi uma boa marca se lembrarmos que o foco de Jaqueline nesta temporada está nas provas de sprint tanto em cross-country como no biatlo (que possuem percurso de 7,5 quilômetros). Convocada para competir no cross-country em Sochi, a atleta ainda espera essa semana para confirmar a vaga inédita no biatlo. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.