Giro de resultados

O encerramento da classificação mereceu olhares mais atentos deste blogueiro e alguns resultados do fim de semana passaram despercebidos. Porém, como sempre digo, o blog tarda mas não falha e traz o ótimo desempenho de três brasileiros em modalidades de inverno neste fim de semana.


Leila Mostaço

Leila Mostaço (Reprodução)
A brasileira esteve presente em duas provas de cross-country em Manitoba, província canadense onde ela mora. O objetivo é adquirir experiência e ritmo de provas para sonhar com uma vaga no Mundial do ano que vem e nos Jogos Olímpicos de 2018. 

Podemos dizer então que ela caminha com passos seguros neste objetivo. No sábado Leila participou de uma prova de distance de 10 quilômetros estilo clássico do Birch Ski Classic. A prova não é das mais fáceis e sempre exige mais do atleta brasileiro. 

Mesmo assim, ela diminuiu a distância em relação às rivais. Campeã da faixa etária Master 1 (apenas ela competiu), ficou na terceira posição da categoria master, com outras quatro atletas. Conseguiu o tempo de 46min10seg64, pouco mais de um minuto da vencedora da categoria. 

No domingo ela repetiu o ritmo forte, mas numa prova de sprint em técnica livre. Na prova aberta, Leila ficou na quarta posição geral, com o tempo de 4min31seg19 e teve o melhor desempenho na sua faixa de idade. 

Michel Macedo

Michel Macedo (Reprodução)
Jovem promessa da CBDN, o atleta de 15 anos do esqui alpino mostrou do que é capaz neste fim de semana em Mt. Spokane, nos EUA. Michel conquistou o título na prova de slalom neste domingo. 

Ele teve o tempo acumulado de 1min23seg89, mais de dois segundos atrás do segundo colocado, o colega de equipe Devon Toribio. (Atualizando: falha nossa. Michel venceu a prova, logo ficou mais de dois segundos à frente! Obrigado ao leitor Thiago Simões pela correção). O resultado compensa a frustração da prova de slalom gigante no sábado, quando o brasileiro sequer completou a primeira descida. 

A medalha de ouro de Michel Macedo e as provas dos irmãos Alborghetti (competirão semana que vem no Troféu Borrufa) mostram que o futuro dos esportes de inverno do Brasil pode ser bem promissor. 


Flávio Macedo

Flávio na primeira prova (Reprodução)
Por fim, o atleta de luge em pista natural segue sua aventura em provas da Copa do Mundo da modalidade. Neste fim de semana ele competiu em duas prova  de Umhausem, na Áustria.

Na primeira delas, pela classificação à rodada final, terminou na 51ª posição dentre 55 atletas, com o tempo de 1min35seg72. Resultado que o deixa longe da última posição, mas que é incapaz de leva-lo à rodada final. Nela, o vencedor foi o italiano Patrick Pigneter, com 2min25seg71.


Mas Flávio ainda competiu na Copa das Nações e terminou na 28ª posição, com 1min38seg53. Ao todo 31 atletas participaram da disputa e a vitória ficou com o italiano Florian Breitenberger, com 1min13seg53.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.