Esquenta!

Maya Harrisson e Jhonatan Longhi, os esquiadores brasileiros nos Jogos Olímpicos de Sochi, participaram de provas de esqui alpino nesta quarta-feira. Elas serviram de preparação e planejamento dos dois para o evento que começará daqui três semanas. 

Maya competiu em Abetone, na Itália, e Jhonatan participou de provas nacionais em St. Lambrecht, na Hungria. Ambos mantiveram os bons resultados das últimas provas e devem estar com a confiança lá em cima para as Olimpíadas. 

Jhonatan Longhi em 2009 (Divulgação/CBDN)
O brasileiro competiu em duas provas de slalom gigante. Na primeira delas, ele ficou na 21ª posição com 1min55seg67 e ótimos 55.91 pontos FIS. O vencedor foi o esloveno Andraz Reich-Pogladic, com 1min51seg67. 

Depois, em outra prova de slalom gigante, Jhonatan melhorou sua performance. Foi o 15º com 1min54seg38 e 52.79 pontos FIS. É a quarta prova seguida dele abaixo dos 62 pontos, numa regularidade impressionante. O tcheco Ondrej Berndt venceu com 1min51seg29. 

Já Maya segue cada vez melhor. Se antes havia dúvidas com relação ao desempenho dela (inclusive deste blogueiro), agora só há certezas com o grande talento da brasileira. Nas últimas oito provas, ela conseguiu completar sete.

Primeiro ela participou de uma prova de slalom gigante e terminou na 41ª posição dentre 56 atletas que completaram as duas descidas. Ela teve o tempo de 2min14seg90 e 82.28 pontos FIS. A italiana Verena Gasslitter venceu com 2min05seg24. 

Depois, numa prova de slalom, a brasileira melhorou sua pontuação. Ficou na mesma posição (41ª) com o mesmo número de atletas na classificação final, mas teve 72.76 pontos (lembrando que no esqui quanto menos pontos tiver, melhor). Verena Gasslitter venceu novamente. 

Copa do Mundo de Biatlo

Jaqueline Mourão também segue sua preparação para os Jogos Olímpicos de Sochi e novamente estará na elite do biatlo. A brasileira participa desta quinta-feira da Copa do Mundo da modalidade na prova de sprint 7,5 quilômetros em Antholz-Anterseld (Itália). É a sexta etapa da competição.

A brasileira será a 56ª na largada às 11h58min no horário local (8h58 no horário brasileiro de verão). "Classificar para a Copa do Mundo novamente não foi fácil, mas ver a bandeira do Brasil no campo de tiro de Antholz (ITA) fez valer todo o sacrifício!", escreveu a atleta em sua página no Facebook. 

O Brasil Zero Grau dará todos os detalhes da participação da brasileira no país europeu.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.