Dia caótico

Jaqueline Mourão durante treinamento (Reprodução/Facebook)

Existem aqueles dias em que nada dá certo. Você tenta, luta, planeja, mas parece que não sai do lugar. Foi o que aconteceu neste domingo com a atleta Jaqueline Mourão. Ela não conseguiu desenvolver sua melhor performance no sprint 7,5 quilômetros da Copa IBU de Biatlo em Ridnaun, na Itália.

A brasileira terminou na 77ª posição, com o tempo de 29min53seg1 com três tiros errados, na frente de 14 atletas e pouco mais de cinco minutos atrás da vencedora da prova, a alemã Vanessa Hinz. A russa Evgenia Seledtsova ficou com a prata e a também russa Galina Nechkasova foi a bronze. 

Mas no biatlo a performance é analisada também pela média da atleta em relação ao pódio e, nisso, Jaqueline teve outros dias melhores. O tempo dela foi 20,25% superior à média das três primeiras colocadas. Não foi tão ruim, mas também ficou longe das melhores marcas. 

O dia da atleta começou errado e seguiu assim. Ela mesma explica na sua página no Facebook:

Um dia caótico, dores abdominais enormes (acho que foi intoxicação alimentar), carros atolados na neve para todos os lados, conseguimos chegar somente 10 minutos antes da acabar o tempo para regular a carabina! Uma tempestade de neve caindo durante a prova, errei 3 tiros em 10, mas no esqui estava sem energia...fiz o que pude...espero melhorar pois se não, não poderei largar amanhã", afirmou.

É isso. Se melhorar de saúde, Jaqueline compete nesta segunda em outra prova de sprint de 7,5 quilômetros na Itália. Se não estiver 100% fisicamente, é melhor descansar. Afinal de contas, o que vale mesmo é a participação olímpica.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.