De volta aos trilhos

Jaqueline conseguiu largar novamente (Reprodução)

Jaqueline Mourão afirmou que não estava 100% fisicamente para a segunda prova de sprint 7,5 quilômetros na Copa IBU de Biatlo nesta segunda-feira. Imagina então se estivesse. Ela se recuperou do primeiro dia e voltou a fazer uma prova dentro da média dela na modalidade. A prova aconteceu em Ridnaun.

A brasileira terminou na sexagésima-primeira posição, com o tempo de 26min38seg7 e três tiros errados na segunda volta da pista. Ela ficou na frente de 28 atletas e pouco menos de quatro minutos atrás da vencedora da prova, a alemã Vanessa Hinz. 

Bem melhor do que a prova do domingo. Tanto que o desempenho dela em relação à média das três primeiras colocBadas foi bem melhor. Foi apenas 15,4% superior e ficou dentro da expectativa da equipe brasileira. No domingo ela ficou 20,2% superior acima do pódio. 

"Hoje acordei melhor, o que eu tive foi uma virose... Eu não estava me sentindo 100%, mas como as cólicas abdominais, dor de cabeça e febre terminaram, larguei aqui em Ridnaun hoje. O resultado foi bem melhor, mais parecido comigo...vencemos várias gringas e conquistamos o ótimo percentual de 15.4%. Obrigada por todos os desejos de melhoras e pela torcida! A energia boa deu certo! Agora focar em recuperar 100% para competir com muita garra no próximo fim de semana!", escreveu a atleta na sua página no Facebook.

Se estiver melhor, Jaqueline competirá novamente em Ridnaun, na Itália, pela quinta etapa da Copa IBU, que acontecerá neste fim de semana. Será sua última prova na modalidade antes da definição das vagas para os Jogos Olímpicos de Sochi.

No Luge

Neste fim de semana quem competiu pelo Brasil em esportes de inverno foi Flávio Macedo, que continua sua aventura no luge em pista natural. O atleta esteve em Seiser Alm, na Itália, pela segunda etapa da Copa do Mundo da modalidade. 

E não dá para negar que o brasileiro está em evolução. Das últimas colocações na primeira etapa, na Rússia, ele ficou na quinta posição da Copa das Nações, que reúne atletas que não passaram dos treinamentos para a corrida decisiva na Copa do Mundo.

O torneio foi em caráter eliminatório, numa disputa de dois atletas na chave. Na primeira delas o brasileiro eliminou o croata Luka Gornik. Depois, nas quartas de final, ele perdeu para o austríaco Florian Glatzl. O atleta, aliás, foi o campeão da Copa das Nações. Flávio conquistou quatro pontos no ranking internacional e ficou na frente de sete atletas. 

Na disputa da Copa do Mundo, o vencedor foi o também austríaco Thomaz Kammerlander, que venceu a final contra o compatriota Michael Scheikl. 

A Copa do Mundo de luge em pista natural segue na Itália, mas em Passeier. As provas acontecerão neste fim de semana. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.