Aquecimento

Dupla brasileira em outra etapa (Reprodução)

Começou para valer as últimas duas etapas da Copa América de Bobsled em Lake Placid (EUA) nesta quarta-feira. É a última oportunidade para a equipe brasileira somar pontos em busca dos Jogos Olímpicos de Sochi. A abertura, porém, serviu apenas de aquecimento e experiência. 

Isso porque a etapa começou com uma prova de duplas masculina e nessa categoria o Brasil não possui chances de classificação. Foi bom para o piloto Edson Bindilatti conhecer a pista e para Daividson de Souza, futuro piloto brasileiro, pegar mais milhagem, por assim dizer. 

O resultado ficou dentro do esperado. O Brasil foi o 11º dentre os 14 trenós participantes, com o tempo de 1min54seg05, quase três segundos atrás dos coreanos Yun Jong Won e Young Woo Seo, vencedores da prova. 

A expectativa fica para a quinta-feira. A dupla feminina volta a competir após um longo período de ausência. As últimas duas etapas, ainda em dezembro, foram canceladas. Por conta disso, elas correm contra o tempo para buscarem os pontos necessários rumo à Sochi. Cogitam até disputar provas na Europa até o dia 19 de janeiro, data-limite para a classificação. 

As provas começam a partir das 16h, no horário brasileiro de verão. Logo em seguida acontecerá a última etapa da Copa América para a dupla masculina. Você pode acompanhar neste link aqui.

Chefe de delegação

Ainda nesta quarta-feira, o presidente da CBDN Stefano Arnhold foi nomeado como chefe de delegação do Brasil nos Jogos Olímpicos de Sochi. A indicação partiu do COB, responsável do país junto ao Comitê Internacional.

Não há nome melhor para sediar a delegação. Chefe da equipe de neve nas últimas três edições do evento, chefe de delegação do país na primeira edição dos Jogos de Inverno da Juventude em 2012 e presidente da CBDN nos últimos 12 anos, Stefano merecia mesmo a honraria e responsabilidade. Foi através dele que os esportes de inverno atraíram mais patrocinadores e parceiros. 

"Recebi com muita satisfação o convite para chefiar a Missão Brasileira em Sochi. Após ter ocupado este cargo nos Jogos Olímpicos da Juventude Innsbruck, em 2012, terei agora a responsabilidade, pela primeira vez, de comandar uma missão na principal edição de Jogos Olímpicos. Serão Jogos inesquecíveis, com incríveis duelos em várias modalidades", disse Stefano. "O Brasil se preparou neste ciclo olímpico para fazer sua melhor participação em Jogos de Inverno e nossos atletas estão confirmando esta expectativa com uma sucessiva quebra de recorde em várias modalidades", completou no site do COB.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.