Na média

Equipe brasileira e o trenó (Reprodução/Facebook)

O quarteto brasileiro de bobsled competiu nesta quinta-feira na sexta etapa da Copa América da modalidade em Lake Placid (EUA). O time, que por enquanto está dentro da classificação olímpica, fez um resultado dentro do esperado na pista norte-americana. 

Não que a nona colocação entre dez trenós participantes seja ótimo. Não, não é. Mas ficou dentro da média da equipe e somou importantes pontos para o Brasil seguir sonhando com a classificação olímpica em Sochi. 

O trenó brasileiro, composto pelo piloto Edson Bindilatti e os pushers Odirlei Pessoni, Edson Martins e Fábio Gonçalves, completou as duas descidas com o tempo acumulado de 2min00seg70. O vencedor foi o trenó dos EUA, que conseguiram 1min57seg82.

Restam apenas duas etapas para o fim da Copa América de Bobsled. Ambas serão disputadas novamente em Lake Placid entre os dias 6 e 12 de janeiro. O sonho olímpico ficou mais real nesta semana, com a divulgação do primeiro ranking internacional. 

Para isso, basta manter o desempenho nas duas provas que restam. Até porque concentração e foco este time já mostrou que tem. 


Adiado

Comentei ontem que não conseguia encontrar o resultado das provas da dupla feminina pela sexta etapa da competição, mas hoje o presidente Emílio Strapasson tirou minha dúvida: a etapa foi cancelada pelo baixo número de trenós inscritos. 

O problema é que esse adiamento complica um pouco a vida das meninas na classificação olímpica. O Brasil é o primeiro país na lista de espera e sabe que todo ponto é valioso neste momento. Uma etapa a menos representa menos pontos no ranking em relação aos concorrentes.

Por isso mesmo que a CBDG solicita a realização de uma etapa extra em janeiro. Caso não consiga, já pensa no plano B: levar as meninas para St. Moritz, na Suíça, entre os dias 13 e 19 de janeiro, para participar de duas etapas da Copa Europa. 

Atualizando

Só registrar aqui: a patinadora brasileira Isadora Williams competirá amanhã no programa curto do Golden Spin de Zagreb, na Croácia. É a primeira prova da brasileira após conquistar a inédita vaga olímpica na patinação artística no gelo.

O programa curto acontecerá nesta sexta-feira, às 13h40 (horário local) e às 10h40 no horário brasileiro de verão. O programa longo será no sábado, às 14h no horário local e 11h no horário brasileiro. 

O Golden Spin traz boas lembranças para a Isadora. Foi neste torneio, no ano passado, que ela apareceu para o mundo ao conquistar o bronze, a primeira medalha brasileira no esporte num torneio internacional. 

Neste ano ela espera repetir a atuação, apesar da briga ser boa: a japonesa Miki Ando e a sul-coreana Yuna Kim, duas das melhores atletas do mundo nos últimos anos, estão inscritas e também participarão do evento! Vamos torcer para a brasileira!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.