É bronze!

Lais à direita (Reprodução/Facebook)
Lais Souza é uma baita atleta. Passou por 13 cirurgias e mesmo assim continuava como uma das melhores ginastas do país. Neste ano deu um tempo na modalidade e desde junho começou a treinar no esqui livre aerials. E com seis meses ela já conquistou a primeira medalha para o Brasil. 

A atleta conquistou a medalha de bronze na Copa Norte-Americana realizada em Utah neste sábado. Conseguiu 51 pontos no seu salto e ficou atrás apenas das americanas Madison Gorelik, a campeã, e Avery Driscoll, a medalhista de prata. 

"O dia foi muito bom. Consegui fazer tudo muito limpinho, acertando os saltos que escolhemos (mortal estendido e mortal grupado). Essa medalha me deixa muito feliz e tem como significado para mim mais um passo dentro desse esporte", comentou Lais na matéria do Globoesporte.com.

Josi Santos também foi muito bem. Terminou na sexta posição com uma nota de 42.40 pontos. Ao todo, 13 mulheres saltaram no primeiro dia de competições. O desempenho ainda rendeu 84 pontos no ranking para Lais e 56 para a Josi. As duas já estão previamente classificadas para as etapas da Copa do Mundo em janeiro. 

Em seis meses elas saíram do completo desconhecimento com o esqui aerials para realizarem bons saltos e conseguirem uma evolução fantástica no esporte. Mérito para o técnico Ryan Snow, contratado pela CBDN justamente para desenvolver o aerials por aqui.

A meta inicial era para 2018, mas a expectativa já é por uma vaga em Sochi. Lais e Josi estão treinando duro para isso. Neste domingo acontece o segundo dia de provas em Utah.

Copa do Mundo

O esquiador brasileiro Jhonatan Longhi competiu com os melhores atletas do mundo neste domingo. Ele esteve presente na prova de slalom gigante na etapa da Copa do Mundo em Alta Badia, na Itália. 

O brasileiro, porém, não conseguiu terminar a prova. Seu tempo não foi suficiente para classificá-lo para a segunda descida. Uma pena, pois se ele conseguisse terminar a prova seria uma experiência e tanto para os Jogos Olímpicos de Sochi. 

O vencedor foi o austríaco Marcel Hirscher, um dos melhores do mundo, com o tempo de 2min37seg45. O francês Alexis Pinturault ficou com a prata e o norte-americano Ted Ligety com o bronze.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.