Correria

Primeiro peço desculpas pela ausência de postagem no domingo e durante toda a segunda-feira. Domingo foi um dia de descanso para o Brasil Zero Grau. Já hoje, motivos profissionais me fizeram ficar longe do computador. Mas é hora então de retomar as provas dos brasileiros nesses últimos dois dias. 

Você viu no último post que Leandro Ribela quebrou o recorde brasileiro de sprint no esqui cross-country no sábado. Mas os bons resultados prosseguiram no domingo. Ele e Fabrizio Bourguignon participaram de uma prova de 15 quilômetros técnica livre em Östersund, na Suécia. 

Leandro após a prova (Reprodução/Facebook)
A boa notícia fica por conta da prova de Fabrizio. Ele conquistou 290.56 pontos FIS na disputa, a melhor marca da sua carreira. Foi a primeira vez que o Major do Exército Brasileiro conseguiu fazer uma pontuação abaixo dos 300 pontos (lembrando que no esqui quanto menos pontos tiver, melhor). 

Leandro (foto) também foi bem e fez 217.02 pontos. Infelizmente não consegui achar a classificação final com o tempo dos brasileiros. Ainda no domingo, a incansável Jaqueline Mourão esteve numa prova de cross-country em Seefeld (Áustria). 

Ela participou dos 5 quilômetros em técnica livre e terminou na 63ª posição (116 competidoras completaram o percurso). O tempo da brasileira foi 15min21seg6 e rendeu 149.52 pontos FIS. Uma marca muito boa para quem se prepara para os Jogos Olímpicos. 

Por fim, Chiara Marano e Jhonatan Longhi disputaram provas de esqui alpino na Europa. E o azar que rondava Jhonatan acabou de forma categórica: uma 40ª posição numa prova de slalom em Geilo, na Noruega, com o tempo de 1min34seg90 e ótimos 63.37 pontos FIS. O vencedor foi o norueguês Bjoern Staurset, com 1min28seg41. Foi a primeira prova que o brasileiro conseguiu completar nesta temporada olímpica. 

Por fim, Chiara Marano não conseguiu completar a primeira descida do slalom em Val Thorens, na França. A atleta está recém recuperada de uma micro fratura na mão. Apesar de não ter completado esta prova, ela segue numa boa regularidade e ótima forma para os Jogos Olímpicos de Sochi. Chiara disputa com Maya Harrisson a única vaga brasileira no esqui alpino feminino.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.