Agendão

Se ontem eu apelei para o resumão, hoje trago o agendão para os próximos dias. Teremos competições importantes de atletas que ainda sonham com a vaga olímpica em Sochi, em fevereiro do ano que vem. 

Snowboard Slopestyle

No dia 19 acontecerá a classificatória da primeira etapa da Copa do Mundo de snowboard slopestyle em Cooper Mountain (EUA). A competição é vital para o snowboarder brasileiro Marcos Batista. Ele precisa somar pontos e tentar melhorar a sua classificação no ranking até dia 19 de janeiro. 

A missão não é fácil. O brasileiro é o 35º na lista de espera pelas realocações da modalidade, estreante em Jogos Olímpicos. Ele precisa somar pontos nas competições que restam da Copa do Mundo. A primeira delas será neste fim de semana. 

Marcos Batista sempre lutou muito por este sonho. Ele, inclusive, chegou a reclamar da CBDN por falta de mais recursos para treinar e viajar - o atleta mora no Japão. Mesmo assim, segue acreditando. Um belo exemplo a ser seguido. 

Snowboardcross

Um dia depois, será a vez da snowboarder Isabel Clark entrar na pista de neve pela Copa do Mundo da modalidade. Ela compete no snowboardcross, que terá competições em Lake Louise, no Canadá. 

Ela tenta melhorar o desempenho após ter ficado fora da fase final da primeira etapa em Montafon (Áustria). A situação da carioca em relação aos Jogos Olímpicos é um pouco mais tranquila: na última lista, divulgada nesta segunda-feira, ela segue entre as 24 que garantem a vaga.

Mesmo assim, é necessário manter a rotina de bons resultados da última temporada. Isabel Clark sempre figurou entre as 15 melhores do mundo e se repetir esse desempenho não passará por nenhum susto até Sochi. 

Esqui Livre Aerials

Lais Souza e Josi Santos estrearam na modalidade no início de dezembro. Elas, porém, foram para Park City, nos Estados Unidos, a fim de aprenderem um pouco mais sobre o esporte. Nos dias 20 e 21 elas disputarão o campeonato norte-americano. 

A meta é melhorar a preparação para o grande objetivo do projeto: brigar pela vaga olímpica. Em janeiro, elas terão três etapas da Copa do Mundo para conseguirem os pontos necessários. A missão é difícil, mas a evolução de ambas tem surpreendido até mesmo quem é craque. Vale a pena ficar de olho. 

Esqui alpino

Quarta-feira, dia 18, Chiara Marano terá um importante teste para provar que tem condições de representar o Brasil nos Jogos Olímpicos. Ela estreará na Universíade de Inverno, na prova de slalom gigante. 

O torneio reúne a elite jovem das modalidades de inverno e tem um nível altíssimo. Chiara é a única brasileira presente no evento, o que por si só já a credencia bastante. Ela, porém, ainda quer usar o resultado a seu favor. Como sabemos, ela e Maya Harrisson disputam a única vaga das mulheres no esqui alpino brasileiro em Sochi.

Aviso 1: No dia 19 também acontecerá a disputa do esqui livre slopestyle. Na temporada passada o Brasil teve o jovem Lucas Vianna como competidor em busca dos pontos olímpicos. Não sei se ele competirá nesta temporada, pois faltam informações a respeito do jovem. Em todo caso, a missão dele também é difícil: é o 36º na lista de espera pelas realocações. 

Aviso 2: amanhã o Brasil Zero Grau não trará nenhuma postagem por um motivo justo. Consegui o credenciamento para o Prêmio Brasil Olímpico, que acontecerá em São Paulo. Estaremos lá conferindo os melhores atletas de 2013 no nosso país. E entre eles, claro, Isadora Williams, a primeira atleta do país a conseguir a vaga olímpica na patinação artística no gelo!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.