Recorde brasileiro quebrado

Jaqueline no estande de tiro em Sochi, no início do ano (Divulgação/CBDN)

Se minhas contas estiverem certas (eu contei, recontei, multipliquei, regra de três, tudo para me certificar), a atleta Jaqueline Mourão quebrou mais um recorde brasileiro no Biatlo na manhã deste sábado em Beitostolen, na Noruega. 

A brasileira participou da prova de Sprint 7,5 quilômetros da segunda etapa da Copa IBU. Ontem, na prova individual 15 quilômetros, ela já tinha conseguido a melhor marca da temporada. 

Jaqueline terminou na 58ª posição, com 22min41seg9 e apenas um tiro errado durante todo o percurso. No total participaram 89 atletas e a vencedora foi a russa Svetlana Sleptsova, que completou em 20min14seg9 e sem erros nos estandes de tiros. 

Mas no biatlo o que conta é a média do tempo em relação às três primeiras colocadas (que define classificação para outras etapas e participações em Copas do Mundo e Mundiais). O atleta precisa ter um tempo, no máximo, 20% à média das primeiras colocadas. E aí Jaqueline Mourão conseguiu reduzir ainda mais seu próprio recorde, um ano depois. 

No dia 25 de novembro de 2012, ela conseguiu ficar 12,63% acima da média numa etapa da Copa IBU da temporada passada. Pois agora ela reduziu para 11,10%, se eu não estiver enganado. 

É uma marca impressionante mesmo, ainda mais se levarmos em consideração que foi apenas em 2010 que Jaqueline começou a praticar o biatlo. Em três temporadas ela conseguiu pulverizar os recordes brasileiros, conseguir vaga em Mundiais e está perto, até mesmo, de representar o Brasil na modalidade nos próximos Jogos Olímpicos de Inverno. Qual será o próximo feito da Jaqueline?

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.