Perto do recorde

Cornelius, ou Guilherme, Grahn (Reprodução)

Você vê abaixo que Jaqueline Mourão bateu o recorde brasileiro no biatlo neste sábado de manhã. No período da tarde quase que outro recorde nacional foi pulverizado, mas no esqui alpino. Isso porque o jovem prodígio Cornelius Grahn segue superando todas as expectativas em sua estreia oficial na modalidade. 

O garoto de 17 anos que nasceu em Teresina, mas mora na Suécia, competiu em nova prova de slalom gigante em Funaesdalen, no país escandinavo. E ele melhorou mais um pouco o seu resultado em relação a sua estreia, na sexta-feira. 

Se ontem ele conseguiu 51.31 pontos FIS, agora cravou 49.91 pontos, terminando a disputa na 31ª posição. Seu tempo foi de 2min01seg32 - o vencedor foi o sueco Jakob Eriksson, com 1min57seg92. 

O recorde brasileiro no slalom gigante é de Jhonatan Longhi, com 45.68 pontos conquistados em março deste ano. Mas como Cornelius Grahn (ou Guilherme Grahn, chamado assim pela CBDN e que teve seu nome no registro alterado) ainda é uma promessa, ele tem tudo para quebrar essa marca. 

Basta, para isso, controlar as oscilações normais que todo atleta em início de carreira tem. Ontem mesmo, na segunda disputa de slalom gigante na Suécia, ele não conseguiu repetir o desempenho. Ficou na 38ª posição, com 2min07seg22 e 75.39 pontos FIS - mesmo assim conseguiu uma marca estupenda para os padrões brasileiros. O vencedor foi o sueco Felix Monsen, com 2min00seg14. 

Na Noruega

Enquanto Guilherme Grahn aparece agora no esqui alpino em terras suecas, Jhonatan Longhi segue sua preparação para os Jogos Olímpicos de Sochi. Praticamente garantido na sua segunda Olimpíada, o brasileiro estreou na temporada em Trysil, na Noruega, em prova válida pela Copa Europeia.  

Ele não teve um bom desempenho, porém. Jhonatan não conseguiu classificação para a segunda descida do slalom gigante e foi eliminado da classificação final. Neste domingo acontecerá a disputa de slalom e o atleta espera melhorar seu desempenho. 

Na Itália

Quem também não teve um bom dia neste sábado foi a brasileira Chiara Marano. Empolgada com os últimos resultados, a atleta participou de uma prova de slalom em Monte Croce, na Itália. Ela ainda busca confirmar a vaga olímpica em Sochi. 

Chiara não conseguiu completar a primeira descida e também ficou de fora da classificação final - uma pena, pois ela estava numa sequência de ótimos resultados nesta temporada. Neste domingo ela participará de mais uma prova de slalom nos alpes italianos. O Brasil Zero Grau continuará de olho em todas as disputas dos brasileiros. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.