Mais um (importante) passo

Fabiana e Edson Bindilatti numa das seletivas (Divulgação)

Não foi o primeiro passo rumo à Sochi, mas com certeza foi um dos avanços mais importantes até aqui no planejamento do bobsled brasileiro nesta temporada olímpica. A equipe encerrou neste sábado as primeiras duas etapas de oito que serão cumpridas até janeiro do ano que vem.

A meta de todos, claro, é a classificação olímpica. E a disputa das duas primeiras etapas da Copa América de bobsled em Calgary, Canadá, serve para motivar e animar ainda mais a equipe feminina e masculina do Brasil.

Principalmente a equipe feminina, que conquistou dois ótimos resultados lá no hemisfério norte. No post abaixo você viu que Fabiana dos Santos e Sally Mayara terminaram na sétima posição da primeira etapa. Pois bem, elas repetiram a posição e se mantiveram logo atrás do grupo que disputa a Copa do Mundo.

Dessa vez, inclusive, com um tempo melhor. As brasileiras fizeram 1min55seg12, pouco mais de um segundo atrás das russas Anastasia Tambotseva e Olga Stulneva. A prata ficou com as britânicas Sarah Adams e Victoria Olaoye e o bronze para as norte-americanas Bree Schaaf e Tracey Stewart.

Na dupla masculina o Brasil conseguiu melhorar um pouco, mas não o suficiente para se empolgar com a classificação olímpica. Edson Bindilatti e Odirlei Pessoni terminaram na 20ª posição, a primeira que eliminava do grupo que faria a segunda descida.

Eles conquistaram a marca de 56seg32. Já a dupla Márcio Forleo e Daividson de Souza terminou na 27ª e penúltima colocação, com 58seg00. Os norte-americanos Nick Cunningham e Abraham Morlu conquistaram a medalha de ouro com 1min50seg19.

Por fim, neste sábado, aconteceram as duas etapas do quarteto masculino. A categoria é o foco da preparação dos homens da CBDG nesta temporada. E podemos dizer que o Brasil conquistou importantes pontos para o ranking internacional e a classificação olímpica.

Na primeira descida o time liderado por Edson Bindilatti terminou na 18ª posição, com 1min53seg75, pouco mais de três segundos da Rússia de Alexadner Zubkov, campeã da etapa. Na segunda, o país ficou em 17º, com 1min52seg61 e novamente pouco mais de três segundos do trenó russo.

A delegação já embarcou para Park City, em Utah, nos Estados Unidos, para a terceira etapa da Copa América de Bobsled. O Brasil Zero Grau continuará de olho nos passos dos brasileiros rumo aos Jogos Olímpicos.

(PS: e assim o Brasil Zero Grau chegou aos 400 posts desde sua fundação em outubro de 2012. Esse crescimento não aconteceria sem o apoio dos dirigentes, atletas, fãs e leitores deste espaço. Muito obrigado a todos pelo apoio!)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.