É do esporte

Karolina Calhoun é atual campeã norte-americana de patinação artística no gelo na sua faixa etária. Ela também é uma das mais talentosas promessas da modalidade. Mas no esporte tem dias que isso não é o suficiente. 

Nesta quinta-feira, por exemplo, Karolina não conseguiu ter seu melhor desempenho na disputa da seletiva da Costa do Pacífico, último estágio antes da disputa norte-americana de patinação no gelo, em janeiro do ano que vem. 

Karolina (Arquivo)
Você viu ontem aqui que ela foi apenas a décima colocada do programa longo e precisava se superar para garantir a vaga até a etapa final. Pois é, não deu. Ela melhorou um pouco e ficou na sétima posição do programa longo, com 55.61 pontos (26.21 na execução dos elementos e 29.40 nos componentes do programa). 

Ao todo Karolina somou 85.03 pontos e subiu duas posições na classificação final, ficando em oitava. Tessa Hong também venceu o programa longo e foi a grande campeã com 104.32. Jessica Cai foi a segunda com 96.24 e Lily Sun a terceira com 94.29. 

São fases do esporte: um dia você ganha e no outro você perde. Semanas atrás, conversando com a mãe de Karolina no Facebook, ela já havia afirmado que esta temporada seria de aprendizado para a jovem. É por aí mesmo. Nos momentos de dificuldade que surge uma atleta campeã.

Karolina teve uma lesão no quadril, troca de treinadores, cirurgia no nariz para conter sangramentos que aconteciam durante suas apresentações, além, é claro, do aumento no interesse de jornalistas brasileiros e norte-americanos em cima dela. 

Muita coisa para quem tem apenas 14 anos. Não deu dessa vez, mas Karolina segue com um futuro brilhante pela frente. 


Surpresas

E é do esporte algumas surpresas acontecerem também. O presidente Emílio Strapasson segue esbanjando boa forma no seu "retorno" ao skeleton. Nesta quinta-feira ele participou da Copa América da modalidade em Park City e novamente foi o melhor brasileiro. 

Não só isso! Terminou a etapa na 15ª posição, com o tempo acumulado de 1min46seg31, novamente sendo o único representante do país que participou das duas descidas. Ele ficou pouco mais de quatro segundos atrás do vencedor, o russo Alexander Tretiakov. 

Esta foi a primeira prova em que todos os atletas de skeleton do Brasil participaram. Francisco Irlândio foi o 28º com o tempo de 55seg33. Gustavo Henke foi o 32º com 57seg27 e Fábio Marcelino ficou na 33ª e última posição com 57seg59. 

O time de skeleton retorna amanhã para a pista em Utah na disputa da quarta etapa da Copa América. No sábado os brasileiros ainda competem pela quinta etapa do evento. 

Ainda nesta quinta-feira, as duplas masculina e feminina de bobsled também participarão da terceira etapa. Fabiana dos Santos e Sally Mayara tentam manter a boa fase vivida em Calgary para assegurar mais pontos para o ranking. 

O Brasil Zero Grau ficará de olho em todos os detalhes sobre a participação brasileira no hemisfério norte.  Você pode conferir a transmissão ao vivo da Copa América de Bobsled neste link.


Agenda

Anote aí: amanhã tem a estreia de Maya Harrisson no esqui alpino. Ela esquentará o duelo com Chiara Marano pela vaga aberta na delegação brasileira. 

A partir de amanhã e até o domingo o esquiador Leandro Ribela estará em Bruksvallarna, na Suécia, para participar de sua primeira prova de cross-country na temporada olímpica. Ele se prepara para a prova de sprint, na qual já garantiu a classificação nos Jogos Olímpicos.

Neste mesmo período, em Idre, teremos Jaqueline Mourão e Fabrizio Bourguignon no biatlo, pela primeira etapa da Copa IBU. Os dois já estão na Suécia acertando os últimos ajustes nos seus treinamentos. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.