Dia cheio

Chiara durante Mundial de 2011 (Divulgação/CBDN)

As duas mulheres integrantes da equipe de esqui alpino do Brasil participaram de provas nesta terça-feira. Maya Harrisson, na Noruega, e Chiara Marano, na Suíça, deram sequência à temporada olímpica, onde apenas uma delas irá para os Jogos Olímpicos de Sochi. 

A disputa promete ser acirrada e muito boa mesmo. Mas hoje a vantagem ficou com Chiara Marano. Isso porque a brasileira terminou na 71ª posição do slalom gigante em Davos. Ela ficou na frente de onze competidoras que completaram as duas descidas. 

Mas não é na posição que vemos a consistência da prova de Chiara. Ela fez o percurso com o tempo acumulado de 2min50seg04 e 103.36 pontos FIS, uma das suas melhores marcas da sua carreira e bem próximo da melhor marca pessoal. A italiana Ana Hofer venceu com 2min34seg54.

Na Noruega, Maya ainda tenta voltar à melhor forma. Após ter problemas com o primeiro gate ontem, hoje ela voltou a ter azar na prova de slalom em Geilo. A atleta não conseguiu completar a segunda descida e ficou de fora da classificação final, não somando pontos. A eslovena Eli Plut venceu de novo, com 1min36seg29. 

Dessa forma, Maya encerrou sua participação na Noruega e se prepara para novas provas na sequência da temporada. Chiara ainda competirá na Suíça em nova prova de slalom gigante na quarta-feira. 

Dessa forma, a dúvida fica difícil e a escolha segue dura: Maya ou Chiara? Uma atleta que vive uma regularidade ou a que detém recordes brasileiros e ainda busca a melhor forma física? Menos mal que ainda restam algumas semanas para definir essa escolha. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.