Abre a porteira!

Começa amanhã, de fato, a temporada olímpica para os atletas brasileiros. Com quatro vagas confirmadas, mas duas encaminhadas e uma "sonhada", a CBDN já vê seus atletas acertarem os últimos detalhes e participarem das primeiras provas do calendário do hemisfério norte. 

Chiara na Suíça (Reprodução)
A responsável por abrir a participação brasileira na temporada olímpica é justamente uma atleta que ainda briga para confirmar sua participação em Sochi. Chiara Marano estará nesta quinta-feira em Solda, Itália, em prova FIS que vai até sexta-feira. 

Ela disputa, ao lado de Maya Harrisson, a vaga feminina do Brasil no esqui alpino. Foi Chiara que conquistou o índice B na temporada passada, mas como a vaga é do país, ela ainda precisa vencer a disputa interna com sua amiga, que se recuperou de uma grave lesão. 

Maya, inclusive, iniciará sua temporada na semana que vem, no dia 22 de novembro. As duas terão até dia 19 de janeiro para demonstrarem que merecem a vaga. 

Mas não para por aí. Leandro Ribela, Fabrizio Bourguignon e Jaqueline Mourão também iniciam as competições no fim deste mês no cross-country e biatlo. 

A partir de dezembro as provas se intensificarão ainda mais e ainda contarão com as estreias de Jhonatan Longhi no esqui alpino, Isabel Clark no snowboard e as participações de Lais Souza e Josi Santos no esqui aerials.

Jhonatan, já garantido em Sochi, estreia em San Vigilio (Itália) no dia 14 de dezembro. Isabel participará da etapa de abertura da Copa do Mundo em Montafon, Áustria, nos dias 6 a 8. Já Josi e Lais embarcam daqui alguns dias para a Finlândia, onde encerrarão os treinamentos e participarão de uma prova em Ruka, no país escandinavo, entre os dias 30 de novembro e 1 de dezembro. 

A meta da CBDN é classificar pelo menos cinco atletas: Jhonatan Longhi (esqui alpino masculino), Chiara Marano ou Maya Harrisson (esqui alpino feminino), Leandro Ribela (cross-country masculino), Jaqueline Mourão (cross-country e biatlo feminino) e Isabel Clark (snowboard feminino). 

Caso Jaqueline confirme a vaga no biatlo, já representaria uma modalidade a mais para os esportes de neve em relação aos Jogos de Vancouver, em 2010. Mas além disso ainda tem as tentativas de Lais Souza e Josi Santos no esqui livre aerials, o jovem Lucas Vianna no esqui livre slopestyle e Marcos Batista no snowboard slopestyle. 

No gelo

Amanhã também começa a jornada do time brasileiro de bobsled. A CBDG tenta classificar a modalidade após ficar ausente em 2010 e superar uma crise administrativa. 

Nesta quinta-feira acontecerá a primeira etapa da Copa América de Bobsled em Calgary, no Canadá, para as duplas masculinas. Tanto os homens quanto as mulheres participaram de treinos oficiais nos últimos três dias.

Depois disso serão mais nove etapas em Park City e Lake Placid, nos Estados Unidos. Os sete melhores resultados serão levados em conta no ranking internacional, que definirão os classificados para Sochi. O Brasil espera ficar entre os 30 melhores para obter uma das vagas.

O Blog ficará de olho em todos os passos dos brasileiros na temporada do hemisfério norte e deseja boa sorte a todos os atletas que já garantiram e ainda pretendem garantir a vaga olímpica para o Brasil.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.