Troca de experiências

Estande da CBDN na Feira realizada na USP (Reprodução/Site CBDN)

Sempre comentei aqui a importância para as confederações de inverno do Brasil (a CBDN e a CBDG) de compartilharem informações com as mais diversas universidades e seus alunos. Uma troca de experiências desse tipo é vital para a sobrevivência desses esportes por aqui.

Por diversos fatores a CBDG ainda não conseguiu explorar esse filão, mas a confederação dos desportos na neve já avança nesse sentido. 

Após participar de um simpósio internacional pelo segundo ano seguido - onde pôde expor dados dos trabalhos acadêmicos envolvendo a equipe multidisciplinar da entidade - nesta semana a CBDN colocou uma estande na 3ª Feira de Esporte e Carreira, organizada pela Empresa Júnior da Escola de Educação Física e Esporte da USP. 

O estande era fixo e atraiu diversos interessados nos dois dias do evento (segunda e terça-feira). Uma oportunidade para a confederação apresentar seu projeto esportivo, com todas as dificuldades de estar num país tropical, mas também de jovens interessados em novos desafios, que podiam se cadastrar a fim de trabalhar na entidade. 

"Estar dentro de uma universidade referência na área esportiva é uma excelente forma de estarmos cada vez mais próximos ao ambiente acadêmico e aos novos profissionais. Esses são passos fundamentais dentro dos objetivos de expansão administrativa, desenvolvimento técnico e ciência aplicada nas modalidades de neve", afirma Caio Siqueira, analista técnico da Confederação ao site oficial da CBDN.

Quase tudo pronto

E a CBDN já acerta os últimos ponteiros para o início da temporada do hemisfério norte. O pontapé será dado no sábado, com a abertura da Copa do Mundo de Esqui Alpino (tão importante que até o site da FIS está de cara nova).

Os atletas das mais diversas modalidades estão encerrando seus treinos físicos para, a partir de novembro, começar a participar de provas para confirmar, ratificar ou até mesmo buscar a vaga olímpica. 

São os casos, por exemplo, das ginastas Lais Souza e Josi Santos. Ambas estão em São Roque, treinando para a última etapa de training camps no próximo mês. Será aí que elas terão o primeiro contato com a neve com este esporte. 

É a hora de ver se a adaptação será positiva ou não. Pelos saltos divulgados no Youtube da CBDN, tudo leva a crer que sim.  Confira:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.