Ficou muito difícil

Arquivo Pessoal
Você viu aqui no Guia Especial do Troféu Nebelhorn que Luiz Manella não estava na melhor forma física. No fim de agosto ele torceu o tornozelo na etapa de abertura do Junior Grand Prix e correu contra o tempo para se recuperar antes do Troféu Nebelhorn. "Sei que poderia estar em condição melhor, mas vou dar o meu melhor", chegou afirmar o jovem brasileiro. 

Pois bem, não sei se foram as dores, a expectativa, ansiedade ou se tudo isso misturado, mas o fato é que o patinador não conseguiu executar da melhor maneira a sua apresentação no programa curto do Troféu Nebelhorn. A disputa aconteceu na madrugada desta sexta-feira no horário de Brasília. 

Luiz conseguiu 48.67 pontos (25.56 pontos no elemento técnico e 25.11 nos componentes do programa, com dois pontos de penalização). Não vou dizer que a vaga ficou impossível, mas com esse desempenho ficou muito, mas muito longe de garantir classificação para os Jogos de Sochi, no ano que vem (o torneio dará as últimas seis vagas para as Olimpíadas). 

Só para se ter uma ideia, o vencedor foi o japonês Nobunari Oda com 87.34 e cuja nota apenas no elemento técnico já foi maior que a do brasileiro. Não que sirva de parâmetro, pois o japonês realmente está num nível acima. 

Descontando os países que já garantiram vaga no Mundial e não podem inscrever mais atletas, o brasileiro salta para a 14ª colocação, mas continua oito posições distante da última cota olímpica. 

Só uma apresentação brilhante no programa longo, aliado à apresentações ruins de alguns rivais, colocarão Luiz Manella nos Jogos de Sochi. A disputa acontecerá a partir das 4h deste sábado, pelo horário de Brasília. Apesar da dificuldade, o patinador estará presente e merece a torcida dos brasileiros.

Sexta à tarde

Mas esta sexta-feira reserva mais emoções para os brasileiros. A partir das 13h começará o programa longo feminino e Isadora Williams disputará para tentar confirmar uma vaga inédita para o Brasil. 

Ela será a 29ª a se apresentar (a última do penúltimo grupo) e está em boas condições de classificação olímpica. Após constantes trocas de informações, o Blog percebeu que a brasileira está com a terceira cota para os Jogos, e não a quinta. 

Ou seja, basta uma apresentação segura, da mesma forma que ela fez em outras provas, para confirmar a classificação. O Blog acompanhará de perto a participação de Isadora e torcerá para a brasileira!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.