Alguns resultados

Participantes do Open de Snowboard (Divulgação/CBDN)

A semana foi cheia para os esportes de inverno e o Blog ficou de olho em todos os brasileiros que estiveram presentes em provas internacionais. Muitos resultados bons, outros nem tanto, mas a temporada sul-americana segue de vento em popa dando importantes pontos para os atletas que ainda almejam a vaga olímpica. 

Mas antes vamos falar um pouco da prova aberta de snowboardcross do Campeonato Brasileiro, que acontece em Valle Nevado, no Chile. A disputa aconteceu na última quinta-feira e revelou mais um possível talento para a modalidade. 

Lucas Alves, 15 anos, venceu na categoria aspirantes. O jovem atleta chamou a atenção da CBDN. "Foi uma prova muito interessante, principalmente porque pudemos observar novos talentos da categoria aspirantes, que nos surpreenderam pelo comprometimento com o Snowboard vindo de garotos tão novos. Especialmente o Lucas Alves, que em todas suas descidas fez uma linha de quem conhece do assunto", comentou Carlos Eduardo, diretor da modalidade na entidade. 

Vale lembrar que no ano passado, por exemplo, saíram dessa prova as atletas Allana Leite e Isis Dassow, que hoje já são profissionais. Na categoria aspirantes masculino, Eduardo Deschamps ficou com a prata e Martim Fogaça com o bronze. No feminino, Patrícia Desidério foi a campeã, seguida por Renata Desidério. 

Ao todo, mais de 50 atletas se inscreveram para as provas abertas, que tiveram disputas também em provas Master A e B no masculino e também no feminino (sinal evidente de crescimento de interesse pelo esporte). 

Neste fim de semana aconteceu as provas de slopestyle e slalom gigante pelo Campeonato Brasileiro. Assim que sair os resultados oficiais, o Blog divulgará todos os detalhes. 

Na Nova Zelândia

A prova de slopestyle no Brasileiro não contou com o atleta Marcos Batista, o principal nome da modalidade no Brasil. Ele foi para Cardrona, na Nova Zelândia, na primeira etapa da Copa do Mundo de slopestyle. Marcos, porém, não conseguiu um ótimo resultado. 

Ele terminou sua eliminatória na 17ª posição, com 19.66 pontos, conquistados na sua primeira descida e longe dos primeiros colocados que avançam à final, nesta segunda-feira. O norueguês Gjermund Braaten venceu essa bateria com 91 pontos.

A missão de Marcos Batista está muito difícil. Ele precisa terminar entre os 30 primeiros do ranking internacional (ou próximo disso para quando houver as realocações) a fim de conquistar a inédita vaga olímpica. Na última temporada ele ficou na 79ª posição. Em dezembro recomeça a temporada da Copa do Mundo, na temporada do hemisfério norte. 

Na Argentina

Já a equipe brasileira de esqui alpino esteve na Argentina, em Cerro Catedral, para disputar algumas provas internacionais e da Copa Sul-Americana. Jhonatan Longhi, Tobias Macedo, Chiara Marano e Maya Harrisson buscaram pontos para confirmar as duas vagas brasileiras em Sochi. 

Os homens participarão de três provas. No dia 13, correram no slalom e Jhonatan terminou na 17ª posição com 1min35seg18 e 61.18 pontos. Tobias Macedo foi o 34º com 1min47seg16 e 144.06 pontos. O argentino Cristian Birkner venceu com 1min28seg88 e 16.54 pontos - 42 competidores completaram as duas descidas. 

Depois disso os dois homens tiveram uma jornada ruim no slalom da Copa Sul-Americana no dia 14, abandonando logo na primeira descida (Cristian Birkner venceu novamente, com 1min31seg07 e 16.23 pontos. Por fim, Jhonatan participou do slalom gigante no dia 16 e terminou na 17ª posição, com 1min46seg40 e 74.11 pontos - Cristian venceu mais uma com 1min40seg77 e 24.39 pontos. 

As mulheres também participaram de três provas. No dia 13 elas correram no slalom e Chiara foi a 18ª com 1min51seg31 e 137.05 pontos. Maya abandonou na segunda descida e a argentina Salome Bancora venceu com 1min34seg45 e 26.38 pontos. 

No segundo dia elas também não foram bens no slalom. Maya abandonou na primeira descida e Chiara na segunda descida. Nicol Gastald, da Argentina, venceu com 1min11seg82 e 25.83 pontos. Por fim, no slalom gigante, Maya foi a 19ª com 1min52seg95 e 90.27 pontos. Chiara foi a 26ª com 1min57seg39 e 127.78 pontos. A argentina Julieta Quiroga venceu com 1min45seg34 e 25.97 pontos. 

Agora os quatro se preparam para o Brasileiro de Esqui Alpino, que acontecerá em Valle Nevado, no Chile. O evento começa na quarta-feira e contará também com os jovens Michel Macedo e Nathan e Esmeralda Alborghetti, que participarão de treinos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.