Bronze brasileiro no Fim do Mundo

Equipe 313 Brasil comemora o bronze (Reprodução/Facebook)

A equipe brasileira formada pela Federação Paulista de Hóquei no Gelo enfrentou várias dificuldades para confirmar sua inscrição na Copa do Fim do Mundo da modalidade em Ushuaia, na Argentina, mas mostrou neste fim de semana que todos os esforços não foram em vão.

A equipe possuía uma base brasileira, mas contou também com atletas norte-americanos, canadenses e argentinos. A alta do dólar, aliado a outros problemas, fez com que a maioria dos atletas desmarcassem a viagem em cima da hora. Tanto que a confirmação da equipe foi em cima da data-limite para a Federação Argentina de Hóquei no Gelo. 

Mas no fim das contas os estrangeiros fizeram bem ao time, denominado 313 Brasil. Garantiram a experiência necessária para jogadores que não tem contato com o piso e querem se aperfeiçoar ainda mais. Para vestir o time, usaram o uniforme da Portuguesa de Desportos, equipe das mais tradicionais do hóquei inline brasileiro. 

Na primeira fase foram duas vitórias (10 a 1 sobre o Huracán e 3 a 0 sobre o ACEMHH Negro) e uma derrota (8 a 3 para o Ushuaia). Desempenho que não só garantiu a vaga na semifinal, como também a sensação de jogar sob nevasca, uma situação inédita para os atletas brasileiros - até mesmo aqueles que já esquiaram no gelo.

Na semifinal, o time brasileiro perdeu para o ACEMHH Naranja e disputou o bronze na noite de domingo contra o Winter Club de Buenos Aires. Aí não teve chance para os hermanos. O 313 Brasil, com a camisa da Portuguesa, venceu por 4 a 2 e garantiu a medalha de bronze. 

O resultado e a medalha mostram que brasileiros conseguem competir no hóquei no gelo num nível de competitividade lá em cima. Basta, claro, investimentos e apoio. Vale lembrar que a Copa do Fim do Mundo em Ushuaia seria o primeiro campeonato brasileiro da modalidade caso houvessem cinco equipes nacionais inscritas.

Apenas uma se aventurou para escrever história. Que o desempenho do combinado formado pela Federação Paulista de Hóquei no Gelo possa abrir mais portas para a modalidade no Brasil. 

O Blog dá os parabéns para os atletas da equipe 313 Brasil: Adriano Costa, Anthony Villemure, Caleb Duckworth, Cristian Simari, Lucas Sobral, Ramiro Beltrami, Ricardo Albertoni, Rodolfo Leão e Salvador Neto.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.