Agora é para valer

Neste meio de semana começam duas competições que estavam cercadas de expectativas para os adeptos dos esportes de gelo no Brasil. De um lado, o pessoal do hóquei no gelo que se mobilizou para a Copa do Fim do Mundo de Ushuaia, na Argentina. Do outro, o Liberty Summer de Patinação artística que contará com os três atletas internacionais do Brasil. 

Vamos falar primeiro do hóquei no gelo. Você viu aqui que a Copa do Fim do Mundo começou, na verdade, no último domingo e contou com o jovem Eduardo Xavier, primeiro brasileiro a estrear no evento com o Winter Club de Buenos Aires na categoria sub-17.

O combinado brasileiro adulto estreará nesta quinta-feira, às 10h30, contra o Huracán. Na verdade, são apenas quatro brasileiros, dois argentinos e dois canadenses na equipe, batizada como 313 Brasil. Uma amostra das dificuldades enfrentadas pelos atletas aqui no nosso país

Por conta da alta do dólar, a Federação Paulista de Hóquei no Gelo não conseguiu mobilizar equipes completas da modalidade. Se conseguisse levar cinco times brasileiros, a Copa do Fim do Mundo entraria para a história como o primeiro campeonato brasileiro oficial no esporte e teria a chancela da CBDG. Afinal de contas, em Ushuaia fica o único ringue internacional da América Latina. 

A aventura dos brasileiros na terra do Fim do Mundo continua na quinta com um jogo contra o Ushuaia às 21h30 e depois na sexta contra o ACEMHH Negro às 10h30. Caso passe para a fase final, os jogos serão no sábado e domingo.

Mesmo sem ter atingido o objetivo principal, o Blog deseja boa sorte aos brasileiros que embarcaram para Ushuaia a fim de manter vivo o sonho de praticar hóquei no gelo num país tropical. 

Classificatória

Nesta quarta-feira começou o Liberty Summer, um dos maiores torneios de patinação artística nos Estados Unidos. Para o Brasil, porém, é mais do que isso: servirá como a primeira classificatória da CBDG na patinação artística no gelo.

O motivo é bem simples. A ISU (União Internacional de Patinação) determinou que apenas um representante por país poderá disputar do troféu Nebelhorn, que definirá as últimas seis vagas para os Jogos Olímpicos de Sochi. Com isso surgiu o impasse: a confederação deveria escolher Luiz Manella ou Kevin Alves?

Para adotar critérios justos e evitar polêmicas, a CBDG aproveitou que os dois estariam presentes no Liberty e determinou que o torneio será o classificatório do Brasil. Quem tiver o melhor desempenho, fica com a vaga. 

Além disso, a brasileira Isadora Williams estará presente na disputa feminina e esta será pela primeira vez também que os três principais patinadores brasileiros estarão lado a lado na mesma competição. 

Os três estreiam apenas na sexta-feira, quando acontecem as provas da categoria Senior com o programa curto. O programa longo será no sábado. O Blog estará de olho e deseja boa sorte aos brasileiros!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.