Reuniões

Laís Souza com presidente Stefano (Reprodução/Facebook)

Uma surpresa tempos atrás, um pouco de polêmica e uma seletiva realizada em São Roque. Cenas da escolha da nova atleta da CBDN, que tentará uma vaga em Sochi, no ano que vem, no esqui aerials, uma das modalidades mais radicais da carta olímpica. 

Ontem mais uma cena foi registrada nesta escolha. A confederação se reuniu com as ginastas Laís Souza e Josi dos Santos para passar mais detalhes sobre o programa da entidade para, em dez meses, transformar uma atleta totalmente desacostumada com o ambiente numa atleta olímpica. 

As duas se encontraram com o presidente Stefano Arnhold e com o superitendente técnico Pedro Cavazzoni. Primeiro eles conversaram com Laís, depois com Josi. A princípio apenas uma será escolhida, mas o técnico norte-americano Ryan Snow, que coordenará a modalidade no Brasil, já demonstrou vontade de contar com as duas neste período de treinamento. 

A escolhida (ou as duas escolhidas) passarão por training camps de julho a novembro nos Estados Unidos e Canadá para se acostumarem com o esporte e a neve. A modalidade exige acrobacias, por isso a escolha entre duas ginastas. De dezembro a fevereiro, a atleta tentará a vaga olímpica. Missão difícil, mas não impossível.

Espero que tudo dê certo nesta caminhada para a atleta escolhida e para a própria CBDN. Boa sorte a todos. 

Josi durante a reunião (Reprodução/Facebook)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.