Evolução

Kevin Alves emendou duas disputas seguidas para queimar etapas, ganhar ritmo e evoluir passo a passo na patinação artística no gelo neste ano. Isso se ele quiser sonhar com a vaga olímpica na repescagem que acontecerá em setembro, na Alemanha. 

Bom, o brasileiro não só pode continuar sonhando, como também consegue seguir à risca todo seu planejamento e consertar erros que aparecem nestas suas primeiras provas após ficar mais de um ano afastado por conta de uma séria lesão no tornozelo. 

Depois de conseguir a oitava posição no Troféu Triglav, na Eslovênia, graças ao desempenho no programa longo, ele conseguiu subir mais uma posição nesta quarta-feira, no Troféu Primavera de Selva Val di Gardena, na Itália. Kevin Alves ficou na sétima posição entre 13 competidores que participaram da prova. 

Reprodução/Facebook
Novamente a atuação no segundo dia de apresentações (o programa longo) fez o patinador brasileiro subir degraus na classificação. Como você viu no post abaixo, ele terminou o primeiro dia na oitava posição, muito próximo do sexto e sétimo colocados. 

Pior para o italiano Antonio Panfili, que entrou nesta quarta-feira como sétimo, mas terminou na oitava posição. Kevin Alves novamente fez uma apresentação segura, sem erros, e conseguiu 103.89 pontos, um ponto acima do rival italiano, o suficiente para roubar-lhe a posição. No total, ele somou 158.04 pontos, pouco menos de um ponto acima do adversário.

Tanto nos elementos técnico quanto nos artísticos o brasileiro surpreendeu. A pontuação no elemento técnico ficou em 47.89 pontos enquanto que os componentes do programa corresponderam por 56 pontos na nota do segundo dia. Foi a melhor pontuação da carreira de Kevin, logo na sua segunda competição após voltar de lesão. 

O campeão do Troféu Primavera Gardena ficou mesmo com o japonês Takahiko Kozuka, que somou ao todo 228.63 pontos. O norte-americano Adam Rippon até tentou surpreender e venceu o programa longo com oito pontos a frente do japonês, mas foi incapaz de tirar a enorme vantagem na classificação e ficou com a medalha de prata. 

Quanto ao Kevin, fica a certeza de que ele está no caminho certo para brigar de igual para igual a uma das seis vagas olímpicas na repescagem em setembro. Erros foram cometidos, evidente. Mas ele mostrou nesses dois torneios que tem talento para superá-los e consertá-los nas próximas semanas. 

"So this week was a big success in Gardena, Italy. Scored 16.5 points above my personal best total score ever and ended up 7th in the event  Amazing feeling to be back competing and yet I know that I made some mistakes meaning there is so much room to grow in the next few months and score way higher", escreveu o atleta em sua página no Facebook. 

("Então esta semana foi um grande sucesso em Gardena, Itália. Pontuei 16.5 acima da minha melhor pontuação e terminei em sétimo no evento. Maravilhoso sentimento de estar de volta competindo ainda sabendo que cometi alguns erros. Sei que há muito ainda para crescer nos próximos meses e pontuar mais alto", numa tradução rápida de Cristina Maçoneto). 

A evolução já começou, Kevin! Parabéns pelo resultado!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.