Você sabia?

Caro leitor deste espaço, você imaginava que uma brasileira conseguiu duas medalhas neste fim de semana na etapa da Copa do Mundo Master de esqui alpino? Não? Pois então saiba que Luci Arnhold possui chances até de ser campeã na sua faixa etária. 

É isso mesmo. Faltando apenas uma etapa para o fim do circuito, a brasileira está empatada na liderança com as outras duas competidoras: a francesa Evelyne Larchey-Wendling e a austríaca Elizabeth Kabusch. Todas com nove vitórias em provas. 

Luci Arnhold (Reprodução/Facebook)
A última de Luci foi no slalom gigante em Grand Bonard, na França, no domingo. Ela venceu sua faixa etária (C7) com o tempo de 1min33seg63, quase 12 segundos na frente da francesa (a austríaca não competiu neste fim de semana. Luci foi a 22ª na classificação geral - a vitória geral foi da francesa Muriel Jay. 

Antes, porém, Evelyne tinha superado a brasileira na prova de slalom, chegando quase oito segundos na frente da atleta brasileira (Anite Gstrein, da Áustria, venceu na classificação geral). O resultado embolou tudo o campeonato. 

Já Stefano Arnhold também fez boas provas na França. No slalom, ele foi o 17º na sua faixa etária, com o tempo de 1min41seg58. O austríaco Hans Peter Pletzer venceu na categoria e na geral com o tempo de 1min17seg73. 

No domingo ele conseguiu melhorar seu desempenho no slalom gigante. Foi o 13º na faixa etária com 1min21seg06. Hans Peter Pletzer venceu novamente na categoria e na classificação geral com 1min09seg08. 

A etapa final será em Sestriere, na Itália, e contará com pontuação dobrada. Antes, porém, o casal competirá em Megéve, na França, pelo Campeonato Mundial da modalidade. Parabéns e boa sorte aos brasileiros. 

Você sabia? (parte 2)

Michel Macedo (Reprodução/Facebook)
Sabia também que nesta terça-feira uma jovem promessa brasileira estará presente no Campeonato Regional da Costa Oeste dos Estados Unidos? Pois é. O esquiador Michel Macedo iniciará a disputa do torneio, que reúne os melhores atletas de esqui alpino sub-16 da região, que envolve os estados de Utah, Alaska, Idaho, Oregon e Califórnia). 

Apenas os melhores de cada sub-região conseguem classificação para este campeonato, que acontecerá em Alyeska, no Alaska, até segunda-feira. Michel obteve a 13ª melhor marca entre todos os competidores masculinos. O jovem competiu pela Pacific Northwest. 

Nesta terça ele começa com a disputa do slalom especial. Na quarta terá a prova de slalom gigante e na sexta o super gigante. 

O desempenho surpreende se pensarmos que esta é a primeira temporada do jovem na faixa etária até 16 anos. Michel conquistou resultados importantes e até subiu no pódio na primeira etapa de eliminatórias. Na ocasião, ele foi o terceiro no slalom com o tempo de 1min17seg75. O Blog deseja boa sorte ao brasileiro!

Você sabia? (parte 3)

Acredita que uma brasileira voltou a competir após dois anos machucada? Exatamente. A boa notícia veio lá da Itália. Após dois anos sofrendo com uma lesão, Maya Harrison voltou a esquiar numa competição em Folgaria. 

A brasileira competiu como "forerunner", basicamente uma esquiadora oficial para testar a pista antes e depois das provas. Pode parecer nada, mas já representa muito para a jovem, que não competia desde abril de 2011. 

Assim, ela é outra atleta que entra na briga por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Sochi, no ano que vem. Maya esteve presente nos Jogos de Vancouver e é uma das grandes esquiadoras do Brasil nos últimos anos. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.