Sempre acima

Luiz Manella abdicou de torneios na categoria sênior nesta temporada para fazer uma transição gradual no meio do ano. O foco dele era melhorar sua participação no Mundial Júnior antes de tentar a vaga olímpica. Ele conseguiu o objetivo. 

Que tal curtir a página do blog Brasil Zero Grau no Facebook?

Na disputa do Mundial Júnior de Patinação Artística no gelo, Luiz competiu neste sábado no programa longo da disputa masculina e conseguiu terminar entre os 15 melhores patinadores do mundo na categoria. 

Assim, ele não só se recupera do programa curto, onde terminou em 17º, como melhora também uma posição em relação ao Mundial Júnior do ano passado, quando já havia surpreendido bastante.

Ele realmente fez uma prova de superação neste sábado de manhã, no horário brasileiro. Luiz precisava superar dois atletas para tentar entrar no top 15. Assim, fez uma apresentação ousada. 

Não foi tão bem nos componentes do programa, com 50.10 pontos, mas conseguiu 60.13 pontos no elemento técnico, muito acima do canadense Mitchell Gordon e do francês Simon Hocquaux. Resultado: roubou as posições dos dois. 

A nota do programa longo foi 109.23, a 14ª melhor marca do dia. Somado com os 52.48 pontos no programa curto, Luiz encerrou o Mundial Júnior com 161.71 pontos, apenas 0.10 acima de Mitchell Gordon (lembrando que ele é do Canadá, um país com muita mais tradição do que o Brasil). O vencedor foi o norte-americano Joshua Farris, com 228.32 pontos.

Pelo Facebook Valeria Manella, mãe de Luiz, não escondia a felicidade com a apresentação do seu filho. Também pudera! Ele havia acabado de fazer história na patinação artística no gelo do Brasil! É a melhor posição de algum atleta brasileiro em Mundiais da modalidade. 

O resultado também enche de confiança o jovem de 18 anos para seguir seu planejamento. A meta é tentar uma das últimas seis vagas restantes na repescagem em setembro, na Alemanha. Como se vê, Luiz está no caminho certo. Parabéns ao brasileiro. 


Isadora

A brasileira Isadora Williams terminou mesmo na 26ª posição no Mundial Júnior. Neste sábado ela postou um comentário muito interessante no Facebook. Ainda em Milão ela iniciou os treinamentos para o Mundial Sênior, onde tentará a vaga olímpica. 

Faz bem a brasileira. No esporte não há tempo para tristeza. O melhor é levantar, sacodir a poeira e dar a volta por cima. Talento para conseguir uma vaga nos Jogos Olímpicos ela já mostrou que tem. Estamos na torcida!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.