Recomeço

Em plena Sexta-feira de Paixão, o patinador brasileiro Kevin Alves recomeçará sua carreira na patinação artística no gelo. Por volta das 10h10 (horário de Brasília), ele irá estrear no programa curto do Troféu Triglav, competição internacional na Eslovênia. 

É seu primeiro campeonato desde que torceu o tornozelo no início de 2012. Comprometeu um pouco sua caminhada olímpica, mas o brasileiro volta a tempo para tentar ganhar ritmo e buscar as últimas seis vagas ao lado de Luiz Manella, na repescagem que acontecerá na Alemanha, em setembro. 

Kevin será o segundo a se apresentar e disputará com outros onze atletas neste programa curto. Objetivo, claro, é ganhar a maior nota possível. Não será fácil. Disputarão o torneio atletas da Rússia, França e Japão, países bem mais tradicionais.

Mas é bom ter rotina pesada, mesmo não tendo descanso. Da Eslovênia ele parte para a Itália, onde participará do Troféu Gardena nos dias 2 e 3 de abril. Tudo para voltar aos torneios.

O blog Brasil Zero Grau acompanha o retorno de Kevin Alves desde o início do ano (confira entrevista exclusiva feita em fevereiro). Ele foi o primeiro homem brasileiro a competir no gelo de forma internacional e um dos incentivadores de Luiz, por assim dizer. 

Nesse meio tempo que ficou de fora da patinação artística, Kevin se especializou na carreira de ator. Ganhou fãs e reconhecimento, mas nem isso abala o sonho olímpico. Antes de mais nada, o patinador quer representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Inverno. Boa sorte, Kevin! 

Para-snowboard

Juro que fuçei essa internet (tanto que estou colocando o post só agora), mas não achei um resultado oficial das provas desta quinta-feira da etapa de Copa do Mundo de Para-snowboardcross em Big White, no Canadá. 

Lá, o brasileiro André Cintra tentava somar importantes pontos para garantir a classificação aos Jogos Paralímpicos de Sochi, no ano que vem. O torneio é um dos dois principais do calendário internacional, cujos pontos são mais valiosos - e, consequentemente, bem mais disputados. 

André competiu por volta das 10h no horário de Brasília, mas nem a CBDN colocou algo no facebook e muito menos a organização pôs os resultados no site oficial. Pelo visto eles irão colocar apenas até o fim da competição, no domingo. Acho que terei que esperar. 

Até porque a espera compensa, ainda mais se vier com um bom resultado do nosso para-atleta. André foi o pioneiro do esporte paralímpico na neve. Foi a partir da iniciativa dele (de se inscrever no Campeonato Brasileiro Open no ano passado), que a confederação foi atrás de informações e parceiros. Tomara que tudo tenha dado certo para o André no Canadá. Estamos na torcida!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.