Veni, vidi, vici

Jaqueline Mourão nos 10 quilômetros (Reprodução/Facebook)

Em seu relato no blog, a atleta Jaqueline Mourão disse que "sobreviveu". Após levar um tombo ontem, nos treinos, ela competiu com dores nesta terça-feira pelo Mundial de Esqui Cross Country em Val di Fiemme, na Itália. 

A brasileira esteve presente nos 10 quilômetros no estilo livre e terminou na 75ª colocação. Ela fez o tempo de 30min35seg5 e ficou na frente de duas competidoras que também completaram a prova. Mirlene Picin, que não avançou para a final, ficou na 95ª posição. A vencedora foi a norueguesa Therese Johaug, com 25min23seg4.

Mas como sempre digo, não devemos avaliar o resultado brasileiro em esportes de inverno apenas pela sua posição e tempo. Jaqueline conquistou 163.90 pontos na prova (lembrando sempre que quanto menos pontos a atleta tiver, melhor). 

Foi muito melhor do que na última prova de 10 quilômetros que ela competiu num Mundial, em 2007. Na ocasião conquistou 279.76 pontos em Sapporo, no Japão. A brasileira vem de uma temporada estupenda, não à toa foi eleita a melhor atleta de neve em 2012. 

Competir e conseguir recorde pessoal mesmo com dores é realmente uma façanha. Conquistar tudo isso com um segundo tombo logo no início da disputa só mesmo na raça, como lembrou o Globoesporte.com. Por essas e outras que ela escreveu que sobreviveu em seu blog. Confira o relato abaixo: 


"Hoje competimos no Mundial de XC, 75a colocação com muitas dores e ainda um outro tombo bobo na primeira volta...acho que daria para buscar pelo menos mais 5 posições se nao tivesse caído...
Bom, dever cumprido, pois não estava sentindo 100% hoje, depois da queda de ontem, mas enfrentamos o desafio, e ainda este é o melhor pontos FIS jamais conquistado por um brasileiro em Campeonatos Mundiais (163.90 pontos FIS), no último Mundial que havia competido nesta prova de 10km no estilo Skate fiz 279.76 pontos FIS (Sapporo -Japão 2007). Então esta de bom tamanho né?
Agradecimento especial ao Federico , atleta da Argentina, que me ajudou com o teste dos esquis, ao Guido Visser pelos esquis tão bem preparados e ao Anders Pettersson pelas fotos e por todo o apoio dado à toda a equipe brasileira" (sic). 

Não, Jaqueline. Você fez muito mais do que sobreviver. Nesta terça-feira você mostrou porque é uma das atletas mais completas no Brasil atualmente. Você veio, viu e venceu no Mundial de Cross Country. Parabéns pelo resultado. 

Esqui Alpino

Quem também competiu e voltou a fazer um bom papel nesta terça-feira foi o esquiador Jhonatan Longhi. Após conseguir a 18ª posição e 60 pontos FIS no slalom gigante, ele conseguiu uma ótima pontuação dessa vez no slalom. 

O brasileiro competiu num torneio nacional da Sérvia, em Stara Planina. Ele ficou na 14ª posição entre 22 que completaram as duas descidas. Seu tempo acumulado foi de 2min01seg61 e 60.99 pontos. O vencedor foi Igor Laikert, da Bósnia, com 1min56seg02. 

Ao contrário do primeiro dia, as condições climáticas não devem ter sido das melhores na Sérvia. Ao todo, 30 competidores não completaram uma das descidas, um número muito alto e que sugere condições adversas. 

A temporada do hemisfério norte ainda não acabou para Jhonatan Longhi. O atleta continuará na Sérvia, onde competirá em Zlatibor na quinta e sexta-feira. Parabéns ao brasileiro pelo resultado!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.