Na torcida

Isadora (Reprodução/Facebook)
Se você gosta de esportes, nesta quinta-feira seus olhos (ou pelo menos um pouco de sua atenção) deverão estar em Milão, na Itália. É lá, naquela bela cidade italiana, que Luiz Manella irá estrear no Mundial Júnior de Patinação Artística no gelo. 

Ele competirá no programa curto, a primeira parte de sua apresentação no evento (o brasileiro está no terceiro grupo). Nesta sexta-feira será a vez das mulheres e lá estará também a jovem Isadora Marie Williams no seu programa curto. No sábado, acontecem as finais com os programas longos e conhecerão suas posições e pontuações. 

Mas se nos outros anos pouco se esperava dos atletas brasileiros em provas de gelo, neste ano a história é diferente. Não que Isadora e Luiz possam ganhar o título júnior (apesar de ambos surpreenderem nesta temporada). A questão é que temos, sim, uma chance de ver a história do esporte brasileiro ser escrita novamente por esses dois adolescentes. 

Luiz Manella (Reprodução/Facebook)
Ambos brigam para ser top 10 no Mundial Júnior, algo notável para um país sem estrutura e cujos atletas lutam com falta de patrocínio. Também servem como um "treino de luxo" para objetivos maiores: daqui poucos dias Isadora estará no Canadá, para buscar uma das 24 vagas olímpicas em disputa. Em setembro, Luiz tentará as seis vagas restantes entre os homens. 

Não bastasse isso, eles não se afetam com a crise administrativa da CBDG. Falta dinheiro, estrutura e existe a briga política. Mas eles estão lá, treinando, competindo, sonhando. 

(Nesta quinta-feira teve o julgamento do recurso de Eric Maleson. A justiça do Rio de Janeiro manteve a decisão do afastamento do ex-presidente. A notícia foi trazida pelo interventor Emílio Strapasson via twitter). 

São por esses fatos que estes dois atletas merecem a nossa torcida neste Mundial Júnior. Eles nos dão exemplos todos os dias de que nada é impossível. Basta acreditar. O blog deseja boa sorte aos dois na Itália. 

Esqui Alpino

Quem também compete nesta quinta-feira é o esquiador Jhonatan Longhi. Ele está em Zlatibor, na Sérvia, para duas provas FIS de slalom. A primeira delas será hoje e a segunda nesta sexta-feira. 

É a reta final da temporada do hemisfério norte. Mesmo assim, o brasileiro espera repetir o bom desempenho de provas na mesma Sérvia neste início de semana. Ele fez duas provas boas em Stara Platina e ficou sempre abaixo dos 65 pontos FIS, essenciais para a classificação olímpica. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.