Maratona gelada para os brasileiros

Jaque Mourão na 1ª etapa da Copa do Mundo (Reprodução/Facebook)

Em pleno sábado de carnaval três atletas brasileiros encararam verdadeiras maratonas geladas em busca da vaga olímpica de inverno. Jaqueline Mourão esteve presente no Mundial de Biatlo, enquanto que Mirlene Picin e Leandro Ribela estiveram em Villach, na Áustria, em uma prova FIS de Cross Country. 

Prova mais complicada teve a mineira Jaqueline Mourão. Ela disputou a prova de Sprint 7,5 quilômetros em Nove Mesto, na República Tcheca, em busca de somar pontos para conquistar a vaga olímpica. Os 27 melhores países no ranking das nações garantem representantes. São levados em conta os Mundiais desta temporada e da passada, onde só a atleta esteve presente pelo Brasil. 

E aí, já curtiu a página do Blog Brasil Zero Grau no Facebook? 

Após uma primeira volta muito boa, onde Jaqueline se manteve entre as 80 melhores, a brasileira errou três tiros na primeira parada e mais um na segunda. Cada tiro acrescenta mais 150 metros no percurso da atleta. Assim, o tempo dela subiu para 27min18seg3, pouco mais de seis minutos atrás da ucraniana Olena Pidhrushna, medalha de ouro na prova. 

O tempo não foi ruim se levarmos em conta que esta é a primeira temporada em que Jaque se dedica integralmente ao biatlo. Ela até ficou na frente de outras cinco atletas e mais uma que foi desclassificada. O problema é que se o objetivo era a vaga olímpica, este ficará um pouco mais distante. 

O Brasil ocupa atualmente a 32ª posição neste ranking - a 27ª nação é a Letônia, que teve nada menos do que três atletas na frente da brasileira solitária nesta primeira prova. Pelo visto, a única chance do Brasil conseguir essa inédita vaga no Biatlo é se manter próximo da posição e torcer por remanejamentos, algo comum de acontecer. 

Para manter o sonho vivo, Jaqueline ainda estará presente em mais uma prova no Mundial. Na quarta-feira, dia 13, ela participará da prova de 15 quilômetros individual. Última chance para somar estes preciosos pontos para o Brasil.


Cross Country

Com relação a Mirlene Picin e Leandro Ribela, o resultado é irrelevante nesta prova FIS na Áustria. Ambos estão na reta final de preparação para o Mundial de Cross-Country, onde os dois também tentam atingir a pontuação para garantir a vaga olímpica para o Brasil em Sochi-2014. 

Mirlene participou dos 5 quilômetros estilo clássico e terminou na 23ª e última posição, com o tempo de 18min35seg4 e uma pontuação FIS de 309.84 (lembrando sempre que no esqui quanto menos pontos tiver, melhor). A austríaca Teresa Stadlober foi a vencedora com 14min04seg6

Já Leandro participou dos 10 quilômetros estilo clássico e ficou na 27ª e também última posição. O brasileiro fez o tempo de 32min16seg5 e 238.29 pontos FIS para o ranking. 

Lembro sempre que a técnica clássica não é a preferida dos brasileiros, que gostam mais do estilo livre. Além disso, em reta final de Mundial, o importante é apenas manter o ritmo do esqui e evitar qualquer tipo de esforço. 

Outra brasileira, Leila Mostaço, também competirá no esqui cross country neste fim de semana de Carnaval. Neste sábado ela participa da prova de 10 quilômetros estilo clássico. No domingo é a vez dos 10 quilômetros estilo livre. Ela participa da quinta etapa da MB Cup, um campeonato provinciano lá no Canadá, onde ela reside atualmente. Os resultados pretendo trazer no domingo à noite! Boa sorte à brasileira!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.