Final e recorde

Leandro durante sua prova no Mundial (Reprodução/Fiemme 2013)


Leandro Ribela não esperava a classificação para a final na prova dos 15 quilômetros em estilo livre no Mundial de esqui cross country. Mas mesmo assim ele tem um bom motivo para comemorar na abertura do evento, realizado em Val di Fiemme, na Itália. 

Já curtiu a página do Blog Brasil Zero Grau no Facebook?


Nas eliminatórias de 10 quilômetros no estilo livre, disputado nesta quarta-feira, ele conseguiu estabelecer a melhor marca de um brasileiro em provas de Distance em Mundiais de esqui cross country. Seu tempo de 28min59seg6, aliado a 52ª posição, estabeleceu a pontuação de 214.72 no ranking FIS. 

Leandro superou o desempenho de Leandro Lutz em 2011, até então o detentor da melhor marca masculina em distance com mais 300 pontos (lembrando que no esqui quanto menos pontos o atleta tiver, melhor). 

Tudo bem que foi incapaz de classificá-lo para a final, mas era algo que o próprio atleta não esperava. Ele ainda vai disputar nesta quinta a prova de sprint em técnica clássica, onde também não possui grandes pretensões. Afinal de contas, a técnica clássica é a grande pedra no sapato dos atletas brasileiros nesta modalidade. 

Sua principal meta está além do Mundial: ele vai disputar uma prova de sprint no cross country já neste fim de semana, na Alemanha. Se ele fizer menos de 300 pontos, estará abaixo do índice olímpico B para os Jogos de Sochi. Ao contrário do Mundial, a prova será no estilo livre e Leandro tem grandes chances de conseguir este resultado. 

Final

Leandro estava certo quando disse que eram as mulheres que teriam mais chances de avançarem à final desta prova de distance. Jaqueline Mourão e Mirlene Picin disputaram nesta quarta-feira os 5 quilômetros estilo livre, que garante vaga para os 10 quilômetros na próxima terça-feira, 26. 

Jaqueline manteve a boa fase e conseguiu a penúltima vaga ao terminar na nona posição, com o tempo de 14min31seg0 e 176.39 pontos FIS. Ela ficou um pouco mais de um minuto atrás da vencedora da etapa, a lituana Diana Rasimoviciute. 

"Oi pessoal, acabei de chegar da prova, foi dura...mas conseguimos classificar! Terminei na 9 colocação com 44 participantes", comentou a atleta em seu blog pessoal

Mirlene Picin não teve a mesma sorte. Ela completou os cinco quilômetros na 28ª posição, com o tempo de 16min15seg7 e 280.92 pontos FIS. Desse jeito, ela encerra sua participação no Mundial, mas segue firme na caminhada olímpica. 

A brasileira Jaqueline Mourão se prepara para a final, no dia 26. Esta deve ser suas últimas provas, pois a temporada do hemisfério norte já está na sua reta final com as últimas provas do Mundial e das etapas da Copa do Mundo. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.