Dois toques

Bom, o Mundial de esqui alpino e de biatlo tonaram-se o centro das atenções neste blog até por motivos óbvios. Entretanto, outras modalidades seguem em treinamento firme para se reerguerem ou se prepararem para os maiores desafios. 

****
Leandro Ribela, por exemplo, encerrou nesta quarta-feira, mais uma etapa de treinamento em Obertilliach, na Áustria. Em sua página no Facebook, Leandro já falou da sua predisposição com esse local de treinamento, que entrou para a história do esporte de inverno do Brasil: foi lá que Gabriela Neres se tornou na primeira atleta do país a competir num Mundial juvenil de biatlo. 

Mas o papo é sobre o Leandro e seus treinos no esqui cross-country. Ele já está em Rogla, na Eslovênia, onde participará da última prova FIS antes do Mundial da modalidade, no fim deste mês. O Blog deseja boa sorte à Leandro nesta prova. 

****
Outra boa notícia veio lá dos Estados Unidos. Após idas e vindas jurídicas, brigas, acusações e uma seletiva que recolocou o bobsled brasileiro na mídia, a equipe nacional já chegou em Calgary, no último domingo, e fez uma descida na última terça-feira, na pista canadense. 

Pode não parecer, mas fazia três anos que o bobsled brasileiro masculino não completava uma descida - a última havia sido antes dos Jogos de Vancouver, em 2010. O time feminino não compete, salvo engano, desde 2011, após o acidente feio que envolveu Fabiana dos Santos. 

Pelo visto, a crise administrativa e política não atingiu os atletas. Isso é muito bom. Eles ficaram em Calgary por mais algumas semanas, até para se acostumar com o frio. Em março eles irão participar de uma etapa da Copa Norte-Americana em Lake Placid, nos Estados Unidos. Lá será o pontapé do bobsled em busca da vaga olímpica em Sochi! 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.