Dia histórico... no passado e no presente

Esta sexta-feira é um dia histórico para os esportes de inverno do Brasil. Exatos 21 anos atrás, o país estreava pela primeira vez nos Jogos Olímpicos de Inverno, na simpática cidade de Albertville, na França. 

Era uma época diferente, claro. Havia uma intenção no Comitê Olímpico Internacional para abrir possibilidades para que países sem tradição olímpica participassem dos Jogos de Inverno e de Verão. Era o início ainda do Solidariedade Olímpica, projeto que destina dinheiro para atletas desenvolverem o olimpismo em seus países. 

Essa renda inesperada foi de vital importância para que sete brasileiros (seis homens e uma mulher) conseguissem a inédita vaga olímpica de inverno. Fábio Igel, Hans Egger, Christian Lothar Munder, Marcelo Apovian, Robert Scott, Sergio Schuler e sua irmã Evelyn foram os heróis que conseguiram a vaga. Houve uma seletiva nacional para definir os nomes dos pioneiros. 

Todos eles participaram do esqui alpino. A melhor colocação foi de Christian Lothar Munder, o 55º entre 93 competidores no super gigante. Destaque também para Hans Egger, o 48º entre 65 participantes no slalom. Evelyn conseguiu terminar suas duas provas: 40º no slalom gigante e super gigante, sempre fugindo das últimas colocações. 

De lá para cá o país cresceu em investimento (apesar de ser muito pouco ainda), número de atletas e de resultados. São seis edições olímpicas no total, 26 atletas de inverno e cinco modalidades disputadas. E a partir deste sábado, uma atleta pode garantir o sexto esporte brasileiro nos Jogos Olímpicos de Inverno, na próxima edição, em 2014. 


Jaque em Copa do Mundo (Reprodução/Facebook)
Jaqueline Mourão inicia a disputa no Campeonato Mundial de Biatlo em Nove Mesto, na República Tcheca. Ela é a única representante do país na disputa e competirá na prova de Sprint 7,5 quilômetros. Ela também estará presente na prova de 15 quilômetros individual. 

O objetivo é bem simples: a atleta espera somar o maior número de pontos possíveis, pois a vaga olímpica no biatlo será definida neste mundial. Para isso, há um sistema complexo de pontos que envolve o Mundial desta temporada e do ano passado. As 27 melhores nações garantem atletas nos Jogos Olímpicos. Como a Jaqueline se preparou tanto para esta temporada, a expectativa é grande (confira o relato super legal no Blog da atleta, clicando aqui). 

O Blog deseja boa sorte a brasileira e torce para esta inédita vaga olímpica para os esportes de inverno do Brasil. Seria um belo presente de aniversário por esta data tão histórica!

Cross Country
Quem também estará presente em prova neste sábado é a paulista Mirlene Picin. Após não conseguir a vaga no Mundial de Biatlo, a brasileira foca agora sua preparação no esqui cross country. Neste sábado ela participa dos 5 quilômetros Clássico em Villach, na Áustria. 

Nesta modalidade, Mirlene já garantiu uma vaga no Mundial, que acontecerá no fim de fevereiro e no começo de março. Com poucas chances no biatlo, acredito que ela deva se dedicar mais ao cross-country, onde tem reais chances de conseguir a vaga olímpica para Sochi, ao lado de Leandro Ribela. 

O Blog deseja boa sorte à Mirlene neste sábado e boa preparação para o Mundial!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.