Sai Zica!

Ontem o Brasil competiu pela primeira vez neste ano nos esportes de inverno, mas não conseguiu completar a prova de esqui alpino com a jovem Chiara Marano. Na manhã deste sábado, foi a vez de Mirlene Picin competir no Biatlo para não só cruzar a linha de chegada, como também para se aproximar da vaga no Mundial da modalidade. 

Mas ainda não foi dessa vez que algum atleta brasileiro completou uma prova de neve em 2013. O azar que impediu Chiara de completar uma das descidas fez com que Mirlene também não conseguisse completar a prova de 15 quilômetros na quarta etapa da Copa IBU, em Otepää, na Estônia. 

A brasileira até fez as três primeiras paradas para o tiro, mas abandonou antes de ir para a quarta, e última, parada. Não consegui ver relatos sobre o motivo do abandono, mas tudo leva a crer que o clima não era dos melhores na Estônia durante este fim de semana. 

A vencedora da prova foi a russa Ekaterina Iourieva, com o tempo de 47min12seg e dois tiros errados. Oito segundos depois a também russa Anastasia Zagoruiko chegou na segunda posição. A norueguesa Ane Skrove Nossum completou o pódio. 

O grande objetivo de Mirlene é atingir o índice para a disputa do Mundial de Biatlo, que acontecerá em fevereiro. Para isso, a esquiadora precisa completar uma prova com um tempo no máximo 20% superior à média das três primeiras colocadas - sua melhor marca é 20,64%. 

Ela terá mais uma chance neste domingo, quando competirá na prova de Sprint 7,5 quilômetros pela Copa IBU. Vale lembrar que Mirlene Picin já garantiu classificação para a disputa do Mundial de Cross Country. Boa sorte à brasileira no Biatlo!

Atualizando: Mirlene Picin entrou em contato com o Blog e passou seu relato sobre a prova disputada agora a pouco na Estônia. Mirlene, me desculpe, mas não te encontrei online e fico só com a divulgação dos resultados oficiais pela internet aqui de Bauru. Confira na íntegra o comentário da atleta:
Oi Gustavo, tudo bem? "não consegui terminar a prova", informação errada. Tinha totais condições de terminar, mas foi uma estratégia traçada pelo meu treinador antes da largada. como ventava muito e já sabiamos que o tiro iria ser problemático eu deveria durante a prova aguardar o comando dele de abandonar ou não para me poupar para a prova de amanhã, e foi o que fizemos no final da quarta volta... verifique primeiro as informações antes de publicar. grata pela atenção, Mirlene

PS: hoje à tarde o Blog irá trazer o resultado da segunda prova de slalom da Chiara Marano em Tarvisio, na Itália.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.