Mais três medalhas na conta

Quem diria hein! Nunca imaginei que pudesse escrever tantos posts sobre medalhas brasileiras em esportes de inverno! Depois de ouro no snowboard com Allana Leite, agora é a vez de incluir mais três com Luci Arnhold, na disputa master do esqui alpino. 

Luci Arnhold (reprodução/Facebook)
A brasileira conquistou duas pratas e um bronze na sua faixa etária na disputa em Innerkrems, na Áustria. Não bastasse isso, ela segue firme na segunda posição do ranking e na cola da líder, a francesa Evelyne Larchey-Wendling (ela fez péssimas provas e ficou sempre atrás de Luci). 

O bronze veio na disputa do slalom gigante. Luci Arnhold fez 1min22seg85 e terminou na terceira posição (42ª na classificação geral). Já no slalom ela conseguiu 2min42seg74 e terminou na 34ª posição geral e segunda na faixa etária. A outra medalha de prata veio no slalom super gigante, com o tempo de 1min22seg36 e a 26ª posição geral. 

Já entre os homens, Stefano, 59 anos e presidente da CBDN, tem uma missão mais complicada. Numa das categorias mais disputadas, ele não consegue se aproximar das medalhas. Neste fim de semana sua melhor posição na categoria foi a 22ª nas provas de slalom e slalom super gigante - ele ainda foi o 29º no slalom gigante. 

A Copa do Mundo de Master segue agora para Zagreb, na Croácia, onde acontecerão mais duas provas. Dependendo dos resultados, Luci Arnhold pode assumir a liderança da competição! Boa sorte à brasileira!

* Este post é o centésimo da história do blog. Quis o destino que ele fosse com uma das famílias que mais lutaram pelo desenvolvimento dos esportes de inverno no país. O clã Arnhold, que comanda a CBDN a algum tempo, conseguiu elevar o nível de nossos atletas, além de trabalhar constantemente os jovens valores, fazendo com que as modalidades de neve entrem de vez no cenário esportivo nacional. Parabéns a todos nós!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.