Frutos

Desde 2009 a CBDN realiza em São Carlos, aqui pertinho de mim no interior de São Paulo, uma clínica de rollerski. O equipamento, que simula bem a técnica utilizada na neve, encontrou um espaço ideal no Parque Damha, com seu espaço amplo, cheio de subidas e descidas. 

Foi lá, na segunda edição da Clínica de Rollerski, que acontece todo ano entre junho e julho (aberto à população em geral), que a confederação encontrou o futuro do esqui cross country e do biatlo brasileiro. A jovem Gabriela Neres, 16 anos, presente no evento, participou neste sábado de uma prova de biatlo na Copa Sueca em Torsby. 

Gabriela na Suécia (Reprodução/Facebook)
Mais do que isso. A partir de amanhã, ela estará presente no Mundial Júnior da modalidade em Obertilliach, na Áustria, tradicional centro para a prática de modalidades nórdicas. É a primeira vez que o Brasil consegue mandar algum jovem atleta numa competição deste tipo. As disputas começam na sexta e terminarão no dia 1º de fevereiro. 

Como preparação, na quinta etapa da Copa Sueca, a jovem brasileira participou da prova de Sprint 6 quilômetros no último sábado e terminou na 21ª posição na categoria júnior. Ela conseguiu o tempo de 29min42seg e errou três tiros no circuito. Ela ficou mais de dez minutos atrás da vencedora da prova, Anna Magnusson. 

Mas reitero aqui novamente que tempo e posição são irrelevantes, sobretudo quando se começa um trabalho. O mais importante é intensificar esse trabalho de base e permitir que novos atletas possam surgir nas clínicas de rollerski, em contato com os nossos atletas olímpicos. Só com o surgimento deles que as modalidades terão futuro e poderão se desenvolver mais. 

São ações como essas clínicas de rollerski ou o desafio de Snowboard em São Roque (que não teve em 2012, uma pena) que atraem patrocínios, parceiros, atletas e torcedores. O primeiro fruto está aí, prestes a competir no Mundial Júnior de Biatlo.

Fico muito feliz de ver jovens brasileiros pegando gosto pelos esportes de inverno. E mais legal ainda é perceber que há uma corrente de renovação correndo solta na galeria de atletas da CBDN. Além da Gabriela no biatlo, temos Lucas Vianna no esqui livre, Tobias Macedo, Eliza Nobre, Nathan e Esmeralda Alborghetti no esqui alpino e Lucas Alves no snowboard.


Atletas que nasceram entre 1996 e 1999 e que estão de olhos abertos nos Jogos Olímpicos de 2018. Graças a eles já elaboro uma reportagem bem especial para esta pós-temporada. Mas isto é assunto para depois. O importante agora é desejar boa sorte a Gabriela no Mundial Júnior de Biatlo!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.