Fala, Jaque!

Jaqueline Mourão na Copa do Mundo de Biatlo (Reprodução/Blog Jaqueline)

Como já é de costume do blog, sente transcrição dos melhores trechos da entrevista feita por e-mail com a atleta Jaqueline Mourão. Ela fala de mais uma preparação olímpica, do biatlo e do nascimento de seu filho. A conversa foi feita no início da temporada do hemisfério norte e, vejam só, ela pediu desculpas por dar respostas breves. Não precisa, Jaqueline. O seu desempenho já fala por você!


Blog - Qual sua expectativa para esta nova temporada do hemisfério norte? Tem algum objetivo específico? 
Jaqueline - As expectativas são boas, eu tenho melhorado no tempo de tiro e aprimoramos mais um pouco na técnica do esqui. O foco principal é o campeonato mundial 2013 na Rep Tcheca, onde teremos que ter uma boa performance para continuar na busca pela classificação para Sochi.
Nós iremos competir pela primeira vez em etapas da Copa do Mundo, uma oportunidade única para ter contato com o circuito mundial e ganhar bastante experiência antes do Mundial. Esta será a primeira vez que o Brasil terá um representante em Copas do Mundo.
Nos últimos dois Jogos Olímpicos de Inverno você praticou o Cross Country, mas agora está competindo mais no biatlo. Você tentará conciliar as duas modalidades ou vai ficar focada em apenas uma? Qual?
Sim, estamos tentando qualificar para as duas modalidades, mas focamos no estilo livre, que é o estilo usado nas competições de Biathlon.
 
Como foi a preparação para este ano pré-olímpico? Considera que foi melhor do que a da véspera dos Jogos de Vancouver, em 2010?

Estou animada com os treinamentos e minha progressão, eu acredito que fiz uma ótima preparação para Vancouver, durante a prova consegui dar tudo o que tinha e sai satisfeita. Mas agora tenho mais experiência e a cada ano consigo aprimorar mais minha técnica no esqui, e isso faz diferença no resultado final. Apesar de já ter conseguido classificar para o Mundial 2012 e quebrar todos os recordes brasileiros do Biathlon na temporada passada, ainda sou iniciante e tenho ainda muito a aprender neste esporte tão complexo e que estou simplesmente apaixonada.

Como você vê a preparação brasileira para os Jogos Olímpicos de Sochi num modo geral? Acredita que poderemos ter mais representantes?

Com certeza, a CBDN esta crescendo a cada ano e conquistando cada vez mais espaço, eu acredito que poderemos ter outras modalidades que nunca foram representadas por brasileiros.

Logo após os Jogos de Vancouver você engravidou e teve um filho. Qual a importância da maternidade na sua vida?
Sim, ser mãe foi totalmente uma benção para mim, tive uma gestação incrível, com saúde e esporte ate o final. Meu filho Ian me fez mais forte e feliz!

Jaqueline, você participou de duas Olimpíadas de Verão e duas de Inverno. Agora inicia a caminhada em busca de sua quinta Olimpíada. Quais seus planos futuros? Cogita se aposentar depois de Sochi ou pretende seguir sua carreira?
Depois do Ian, costumo dizer que vamos levar um ano após o outro. Claro que minhas prioridades mudaram, mas por enquanto consigo conciliar a vida de mãe e atleta muito bem, e ainda estou forte para competir e conseguir bons resultados. Então, vamos ver até onde posso progredir e ai sim decidimos.

Faz sete anos que você compete em provas do cross country. Como você vê sua evolução nos esportes de inverno?
Bom, depois da ultima temporada, onde terminei 6a colocada no campeonato canadense, eu posso dizer que posso competir de igual para igual e até mesmo superar atletas de países nórdicos. Eu tendo certeza que evolui muito neste esporte e conquistei resultados muito expressivos considerando que vi neve pela primeira vez somente aos 27 anos!


Confira abaixo um vídeo da participação de Jaqueline no Mundial de Biatlo neste ano:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.