Recorde brasileiro

Jaqueline Mourão e Mirlene Picin (Reprodução/CBDN)

É dela, Jaqueline Mourão, e foi logo na primeira disputa do Biatlo nesta temporada de esportes de inverno do hemisfério norte. A mineira, que foi a primeira brasileira a participar do Mundial da modalidade neste ano, alcançou a marca na abertura da Copa IBU.

A prova foi disputada na cidade sueca de Idre. Além de Jaqueline, o Brasil esteve representado também por Mirlene Picin, que conseguiu outra ótima performance e ficou muito próximo de conseguir uma vaga para o Mundial da modalidade no ano que vem (o biatlo é o único esporte de inverno que tem mundial todo ano). 

Ambas participaram das duas provas de Sprint 7,5 quilômetros. No sábado Jaqueline Mourão terminou na 79ª posição, com o tempo acumulado de 26min46seg3, mais de quatro minutos da vencedora, a norueguesa Hilde Fenne. Mirlene tambem não foi bem, terminando na 99ª posição, com o tempo de 31min00seg5. 

Mas no domingo a sorte virou para as brasileiras. Jaqueline conseguiu uma incrível 48ª posição e abaixou o tempo para 25min32seg1, novo recorde brasileiro. Já Mirlene acertou nada menos do que os dez alvos de tiro na prova e terminou em 88ª, com o tempo de 28min13seg2 - menos de um minuto para a vaga no Mundial. A vencedora novamente foi a norueguesa Hilde Fenne. 

Um resultado desse logo na estreia do Biatlo e na segunda prova de Jaqueline na temporada de inverno (ela competiu também no cross country, duas semanas atrás) é realmente empolgante para as pretensões do país em 2013 (ano pré-olímpico, não custa lembrar). 

"Estamos muito contentes com o inicio da temporada. As performances tanto da Jaqueline quanto da Mirlene estiveram no mesmo nível das ultimas performances da temporada passada, mostrando que o treino entre temporadas foi muito produtivo e que elas devem bater suas melhores marcas durante a temporada, como já foi o caso da Jaqueline", afirmou Pedro Cavazzoni, lá no site da CBDN.

O resultado é mais um prêmio para a incansável competidora Jaqueline Mourão, eleita a melhor atleta de neve em 2012. Ele serve também para mostrar que o Brasil está no caminho certo para enviar atletas não só no Cross Country, como também no Biatlo para os próximos Jogos Olímpicos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.